A Mercedes-Benz, de acordo com o site autocar, pode limitar a produção do AMG GT R a 2.000 unidades. A versão mais extrema do superesportivo é equipada com o 4.0 V8 biturbo de 585 cv de potência.

De acordo com a Mercedes-Benz o superesportivo é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,6 segundos e alcançar velocidade máxima de 318 km/h. A marca afirma ainda que o bólido tem consumo médio combinado (cidade e estrada) de 8,7 km/l e emite 259 gramas de dióxido de carbono por quilômetro.

Por fora, o AMG GT R exibe uma nova grade frontal, para-choques redesenhados e uma chamativa asa traseira. A pintura “Green Hell Magno” do carro das fotos abaixo também é exclusiva da versão e faz referência ao autódromo alemão de Nürburgring, conhecido como “Inferno Verde”.

Para priorizar o desempenho, o superesportivo passou por uma dieta para ficar mais leve que a variante convencional, utilizando capô, tampa do porta-malas e para-lamas feitos de fibra de carbono e eliminando itens de conforto como os ajustes elétricos dos bancos.

As vendas do AMG GT R começarão em novembro na Europa e em meados de 2017 nos Estados Unidos. Preços não foram revelados até o momento.