A nova geração do Porsche Panamera, apresentada oficialmente na última terça-feira (28), poderá ganhar uma versão topo de linha equipada com um conjunto mecânico híbrido de aproximadamente 700 cv de potência. Segundo informações reveladas por uma fonte ligada à marca alemã ao site Motor Trend, o modelo herdará componentes do superesportivo 918 Spyder.

Para chegar a essa cavalaria, o Porsche combinaria o motor 4.0 V8 biturbo a gasolina de 550 cv com dois propulsores elétricos (um em cada eixo). De acordo com o informante ligado a Porsche, essa usina de força poderia gerar mais de 100 kgfm de torque.

Além de proporcionar um desempenho de superesportivo (0 a 100 km/h na casa dos 3 segundos), o conjunto híbrido permitira ao Panamera atingir interessantes marcas de consumo de combustível. Vale lembrar que o 918 Spyder é capaz de rodar mais de 30 quilômetros com apenas um litro de gasolina no modo elétrico (o motor a combustão serve apenas como gerador de eletricidade para as baterias).

Fotos: Divulgação