Há 50 anos a Ford surpreendia o mundo europeu de corrida ao derrubar o domínio da Ferrari nas 24 horas de Le Mans. Naquele ano, a empresa norte-americana não só venceu a prova de resistência mais prestigiada do mundo, a marca simples ficou com os três lugares do pódio. Criando uma das imagens mais emblemáticas do esporte até hoje (na galeria abaixo).

Agora, cinco décadas depois, a Ford está de volta com quatro Ford GT, todos numerados com os anos dos títulos (66, 67, 68 e 69) e ganhando novamente a prova mais difícil do mundo automobilístico. Aliás, se a história realmente se repete, o título em 2016 pode ser prenúncio da novo domínio, uma vez que, antes de ganhar o primeiro título, a marca decepcionou em alguns eventos, como em Daytona este ano.

Aliás, por pouco a marca não domina o pódio novamente. A Ferrari de número 82, que terminou em segundo lugar, recebeu uma bandeira preta e laranja, indicando uma punição com passagem pelo pit, no entanto, a marca resolveu não obedecer, o que poderia acarretar em desqualificação, mas os oficias de corrida não aplicaram tal punição. Sendo assim, o GT 68 terminou em primeiro, o GT 69 ficou em terceiro e o de número 66 ficou em quarto. O GT 67 teve problemas no câmbio antes da largada e acabou em nono lugar na classe Pro GTE.

Durante o evento, Bill Ford Jr., Edsel Ford II e Henry Ford III estiveram com centenas de fãs da Ford e muitos proprietários da versão 2005-2006 do Ford GT. Se o resultado em Le Mans conta para o interesses desses afortunados, certamente a marca saiu fortalecida.