Você sabe identificar o que significa a sequência alfanumérica chassi do carro? Se a sua resposta foi não, saiba que isso é muito comum. Para te ajudar a decifrar essa sequência alfanumérica de 17 caracteres, o Cesvi (Centro de Experimentação e Segurança Viária) reuniu algumas dicas.

Primeiramente, é importante esclarecer que o número de chassi, também conhecido como VIN (Vehicle Identification Number ou número de identificação do veículo) funciona como o RG de uma pessoa: ele traz informações importantes sobre o veículo, como o local onde foi fabricado, o ano e o modelo, entre outros dados.

Com o número do chassi, é possível verificar a procedência e as características do veículo, auxiliando órgãos de segurança pública a identificar fraudes. Esse número também é utilizado para outros tipos de controle e, até mesmo quando a montadora realiza uma convocação de recall, é pelo número do chassi que ela consegue verificar se o veículo está ou não dentro dessa convocação.

AS TRÊS PARTES

O VIN (Vehicle Identification Number) segue a Norma NBR 6066, que informa como ele deve ser formado e quais informações deve conter. Essas informações são divididas em três blocos alfanuméricos, como mostra a figura abaixo:

  • WMI (World Manufacturer Identifier ou identificador de fabricante mundial)

Esse primeiro bloco identifica em qual país seu veículo foi produzido e o fabricante . O primeiro número aponta a região geográfica (EX: América do Sul = 8 ou 9). Em seguida, um dígito revela o país de origem (Ex: Brasil = A a E e 3 a 9) e o terceiro significa a montadora.

Exemplos de países (1º e 2º caracteres):

Brasil = 9A a 9E e 93 a 99;

Argentina = 8A a 8E;

México = 3A a 3W.

Exemplo de montadoras (3 dígito):

General Motors = G;

Ford = F;

Volkswagen = W.

  • Grupo VDS (Vehicle Description Section ou seção descritiva do veículo)

Esse grupo de caracteres agrupa informações que podem variar dependendo da montadora, mas normalmente identifica o modelo do veículo, a versão, o tipo de carroceria, de motorização e a quantidade de portas.

Para o exemplo acima, a tradução é a seguinte: (4º ao 9º dígito)

R- Modelo do veículo (Celta)

D- Versão do veículo (LTZ)

08 – Carroceria hatchback

X- Motorização (1.4)

0 – Número constante

  • Grupo VIS (vehicle Indicator Section ou seção indicadora de veículo)

No último grupo de caracteres, você encontra informações relacionadas à produção do veículo: ano, local de fabricação e número de série.

Para o exemplo acima, fica assim (10º ao 17º dígito):

4 – indica o ano do modelo do veículo (2004)

G – indica o local de fabricação (Gravataí – RS)

117974 – Indica o número de série do veículo

MAIS UTILIDADES DO VIN

O número gravado no vidro é do grupo VIS (ano e local de fabricação, além de número de série) e tem de ser o mesmo número do chassi. Caso contrário, é sinal de que o vidro tem procedência duvidosa. Exemplo: Se o seu veículo é modelo 2004, a gravação do seu vidro deve começar com o número 4.

LETRAS PROIBIDAS

De acordo com a norma NBR 6066 (2001), as letras O, I e Q não podem ser usadas na gravação do número de chassi, devido à facilidade em confundir essas letras com outros caracteres.

Fotos: Divulgação