Há dois anos, o Honda Civic Type R batia o recorde de volta mais rápida no traçado externo (cerca de 20 quilômetros) do circuito de Nürburgring, na Alemanha, entre os carros de tração dianteira – marca superada no mês passado pelo Volkswagen Golf GTI Clubsport S. Para reforçar que o hatch é o mais veloz de sua categoria, a Honda o submeteu a um desafio: estabelecer novos recordes nos principais autódromos europeus.

Em abril, a marca levou o Civic Type R a Silverstone, na Inglaterra, para iniciar a campanha. Com o piloto inglês Matt Neal (tricampeão do Campeonato Britânico de Turismo) ao volante, o esportivo completou a volta em 2 minutos e 44,45 segundos na chuva. Um mês depois, com a pista seca, o tempo foi reduzido para 2 minutos e 31,85 segundos.

No início de maio, o desafio foi no lendário circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica. Sob os comandos do piloto Rob Huff, o Civic Type R completou o traçado em 2 minutos e 56,91 segundos.

Após estabelecer dois recordes entre os carros de tração dianteira, o Civic Type R foi levado a Monza, na Itália. Dessa vez, o piloto húngaro Norbert Michelisz assumiu o volante do hatch para registrar o tempo de 2 minutos e 15,16 segundos.

Faltava bater mais dois recordes: o penúltimo foi no circuito de Estoril, em Portugal, com o piloto local Tiago Monteiro. No entanto, um acidente durante a etapa alemã do Campeonato Mundial de Turismo (WTCC) tirou o carro de ação. A missão ficou a cargo de outro português, Bruno Correia, piloto do safety car do WTCC. Apenas 24 horas depois de ser convocado pela Honda, Correia fez o tempo de 2 minutos e 4,08 segundos em Estoril.

O último desafio foi no último dia 6, na Hungria. Mais uma vez, Norbert Michelisz foi o responsável por conduzir o Honda a mais um recorde. Após vencer no mesmo dia a prova do WTCC com um Civic Type R de competição, o piloto húngaro iniciou os testes para bater o recorde em Hungaroring, e cravar 2 minutos e 10,85 segundos após dois dias de tentativas.

O Civic Type R de produção é o primeiro carro da história da Honda a ser equipado com o motor de quatro cilindros de 2.0 litros VTEC turbo. O propulsor gera 310 cv de potência a 6.500 rpm e 41 kgfm de torque a 2.500 rpm – associado a um câmbio manual de seis marchas. Segundo a Honda, o hatch acelera de 0 a 100 km/h em 5.7 segundos e atinge a velocidade máxima de 269 km/h.

Fotos: Divulgação