Há uma década, a Bugatti impressionou o mundo ao revelar os números superlativos do Veyron. Além de caríssimo e capaz de atingir os 400 km/h de velocidade máxima, o hiperesportivo chamava a atenção pela complexidade mecânica que, consequentemente, gerava altos custos ao comprador. Um jogo de pneus Michelin Super Sport, feitos especialmente para o modelo, custava mais de US$ 30 mil (cerca de R$ 104.500 em conversão direta) e eram substituídos apenas na fábrica, na França.

Mas uma empresa sediada em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, foi além e criou um jogo de pneus que custa mais que muito carro de luxo por aí, ornamentando um conjunto fabricado pela inglesa Z Tyre com pequenas placas de ouro 24 quilates e diamantes. O preço da “brincadeira”: US$ 600 mil (R$ 2,08 milhões).

A qualidade dos pneus ainda não foi avaliada, mas essa ostentação toda garantiu à fabricante o título de “Jogo de Pneus Mais Caro do Mundo” pelo Livro dos Recordes.

Fotos: Divulgação