A Honda confirmou que a versão de entrada DX do sedã City ganhará o câmbio CVT (de variação contínua). A novidade começará a ser vendida somente a partir de 1º de julho, quando também será revelado o preço da versão.

Associado à nova transmissão estará o já conhecido motor 1.5 i-VTEC Flex de até 116 cv de potência. O City DX continuará sendo ofertado também com a transmissão manual de cinco marchas, configuração que atualmente tem preço sugerido de R$ 59.400.

De série, o City oferece ar-condicionado (manual nas versões DX e LX, e digital touchscreen na EX e EXL); sistema de som com Bluetooth, entrada USB e função HFT (Hands Free Telephone); acionamento elétrico para travas das portas, vidros e retrovisores externos; direção elétrica EPS e volante com ajuste de altura e profundidade, além de chave do tipo canivete com imobilizador. Todas as versões do sedã são equipadas de série com freios ABS, airbags para motorista e passageiro da frente, além de laterais e de cortina na versão EXL, encosto de cabeça para os cinco ocupantes e pontos de ancoragem para assentos infantis compatíveis com os tipos ISOFIX e LATCH.

Foto: Divulgação