A chegada do outono e do inverno, as estações mais frias do ano, exige alguns cuidados básicos com os motores de veículos – principalmente daqueles abastecidos frequentemente com etanol, que são mais vulneráveis às temperaturas mais baixas se não estiverem com a manutenção em dia.

Nesta época do ano, aumenta consideravelmente o números de problemas relacionados a falhas na hora de dar a partida do motor. Segundo Hiromori Mori, consultor de Assistência Técnica da fabricante de velas de ignição NGK, a falha em carros geralmente ocorre pela falta de manutenção do reservatório auxiliar de gasolina, popularmente conhecido como “tanquinho”. No entanto, velas e cabos de ignição desgastados contribuem para o mau desempenho do motor em dias frios, principalmente após longo período desligado.

“A vela de ignição sofre um desgaste natural, pois trabalha sob condições severas, como pressão e altas temperaturas. A nossa recomendação é fazer a revisão da peça a cada 10 mil quilômetros ou anualmente, o que ocorrer primeiro”, diz o especialista. Ele reforça que, além de falhas de partida, velas em más condições também contrubui para o aumento do consumo de combustível e dos níveis de emissões de poluentes.

Responsáveis por conduzir a alta tensão produzida pela bobina até as velas, os cabos de ignição frequentemente são esquecidos pelo motorista durante a revisão veicular. Para Mori, uma boa dica é pedir para um mecânico de confiança inspecione o componente ao revisar as velas.

Para garantir que o carro funcione bem em dias frios, deve-se ficar atento ao abastecimento do reservatório auxiliar de gasolina. A recomendação é trocar esse combustível a cada 90 dias em posto de confiança. Mori alerta ainda que a bateria também merece atenção e tem de ser verificada periodicamente.

Veículos flex

No caso de veículos flex, o técnico recomenda percorrer cerca de 15 quilômetros antes de deixar o carro com o motor desligado por um longo período e quando houver a mudança da gasolina pelo etanol. Ele explica que isso é necessário para que o sistema de controle do motor reconheça o novo combustível no tanque e reprograme a estratégia de funcionamento.

Em casos de falha ao dar a partida, insistir para ligar o motor pode encharcar as velas. A recomendação é desligar o veículo e aguardar até que o combustível evapore por completo, o que pode levar até 30 minutos, dependendo do carro.

Fotos: WikiHow e NGK