A Volkswagen revelou no começo do mês alguns detalhes e imagens da picape Amarok reestilizada, que será vendida na Europa a partir de setembro. A principal novidade dessa atualização é a oferta do motor 3.0 V6 biturbo movido a diesel (o mesmo do SUV Touareg), que substitui o propulsor de quatro cilindros 2.0 biturbodiesel envolvido no escândalo de fraudes nos testes de emissões nos Estados Unidos e na Europa.

No mercado europeu, essa motorização terá três diferentes configurações: 163 cv, 204 cv e 224 cv (no Touareg a potência chega a 270 cv). A variante mais potente, cujo torque máximo chega a 56,1 kgfm, leva a picape de 0 a 100 km/h em 7.9 segundos e à velocidade máxima de 193 km/h, segundo dados revelados pela Volkswagen.

O novo motor V6 da Amarok estará disponível com transmissão automática de oito velocidade e o sistema de tração integral 4Motion (sem reduzida).

Na versão topo de linha, batizada de Aventura, a picape será equipada com faróis bi-xenônio, rodas de 20 polegadas, freios redimensionados a disco nas quatro rodas, bancos de couro e sistema Park Pilot, que estaciona o veículo automaticamente. Na Alemanha, o modelo tem preço sugerido de 46.525 euros (cerca de R$ 186.700 em conversão direta).

Além do visual retocado, todas as versões da Amarok sairão de fábrica com o sistema de frenagem pós-colisão (aciona os freios após um acidente para evitar o deslocamento do veículo).

A Amarok reestilizada ainda não foi confirmada para o mercado brasileiro, mas, diante dos lançamentos das rivais atualizadas, é provável que ela seja apresentada no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro.

Fotos: Divulgação