A General Motors da Argentina anunciou a exportação da nova geração do Chevrolet Cruze para o Brasil, o primeiro destino do sedã fora de seu país de origem. O modelo, produzido na fábrica de Rosário, que recebeu US$ 740 milhões de investimentos, estreia no mercado brasileiro em junho.

Totalmente renovado, o Cruze tem visual inspirado no do sedã grande Malibu, vendido nos Estados Unidos. Entre todas as inovações, a principal novidade do modelo é o motor de 1.4 litro turbo, que provavelmente terá a tecnologia bicombustível. Na versão vendida na Argentina, movida apenas a gasolina, o propulsor gera 153 cv de potência a 5.800 rpm e 24,5 kgfm de torque a 2.000 rpm. As transmissões disponíveis serão manual ou automática, ambas de seis marchas. Embora a GM ainda não tenha revelado mais detalhes, cogita-se a possibilidade de o novo Cruze ser vendido por aqui apenas com a caixa automática.

Visando o “consumo popular”, como diz a própria GM, o Cruze é equipado com sistema start-stop – que desliga e religa o motor automaticamente em paradas breves, como nos faróis e congestionamentos, por exemplo. No quesito segurança, o sedã terá, além dos airbags frontais e freios com ABS (antitravamento) e EBD (distribuição eletrônica de frenagem), controle eletrônico de estabilidade, airbags frontais, apoios de cabeça para todos os ocupantes, sistema Isofix de fixação de cadeirinhas infantis, alerta de pressão dos pneus e faróis de neblina em todas as versões. Na topo de linha LTZ há o acréscimo de airbags laterais e de cortina, alerta de ponto cego e assistente de estacionamento para vagas paralelas ou perpendiculares.

Também fazem parte dos itens de série a segunda geração da central multimídia MyLink, câmera de ré, GPS, Bluetooth e sistema de reconhecimento de voz. Dependendo da versão, o Cruze contará com ar-condicionado automático, acesso e partida por botão, partida do motor à distância e banco do motorista com ajustes elétricos. O sistema OnStar, recentemente introduzido no Brasil, também fará parte do modelo.

Fotos: Divulgação