Chegou a aposentadoria para a sétima geração do Rolls-Royce Phantom. E, para marcar o acontecimento, a marca britânica lançou as últimas 50 unidades – nas variantes cupê e conversível – configuradas na série especial Zenith Collection.

Apesar de divulgar as imagens, todas as unidades já foram vendidas e agora vão passar por adaptações para os gostos de seus clientes. Um dos carros, por exemplo, vai ganhar uma nova prateleira de vidro no porta-malas, enquanto outro levará um grande frigobar para champanhe e ainda uma cesta de piquenique.

Os braços das portas agora possuem o mapa onde cada modelo estreou, Villa D’Este nas versões conversíveis e Lago de Genebra nos cupês. A imagem foi gravada a laser no alumínio. Há uma gaveta no painel de instrumentos com uma placa numerada, destacando a exclusividade de cada unidade. A mesma placa conta com um pedaço do metal utilizado na linha de montagem e sua localização exata.

Vale lembrar que o modelo é equipado com um motor V12 de 6.7 litros capaz de levá-lo de 0 a 100 km/h em 6,1 segundos e atingir velocidade máxima de 240 km/h.

A Rolls-Royce se inspirou em seus modelos clássicos para recriar esquemas de pintura exclusivos, incluindo tons de madeira, prata e azul. A produção em série do atual Phantom está oficialmente encerrada, mas o modelo não deve ficar fora do mercado por muito tempo, uma vez que a marca já testa a oitava geração, que será a primeira a utilizar uma nova plataforma em alumínio.