O dia 13 de maio, além de marcar o fim da escravidão no Brasil celebra o Dia do Automóvel, como define o Decreto 24.224, de 11 de maio de 1934. O motivo é a inauguração da primeira estrada pavimentada do Brasil, em 13 de maio de 1926, que liga Xerém e Duque de Caxias a Petrópolis, no estado do Rio de Janeiro.

De lá pra cá muita coisa mudou. O automóvel passou a ser um bem muito estimado pelo brasileiro. Um item pelo qual nos apaixonamos. A prova disso está nos inúmeros modelos que marcaram época e ainda causam suspiros em boa parte dos entusiastas.

Para comemorar tal data, separamos cinco clássicos avaliados pelo parceiro Renato Bellote e uma história de paixão do Caçador de Carros. Confira:

Ford Corcel I, o Mustang brasileiro

Dodge Dakota RT, o carro de produção mais potente do Brasil até os anos 2000

Chevrolet Kadett GS foi sonho de consumo dos anos 1990


Clássico: Fiat Marea turbo em primeira pessoa

Puma: esportivo empolgava mais que futebol nos anos 70

Confira também a coluna do Caçador de Carros, onde ele revela toda a sua paixão e as loucuras que fez por um Nissan Maxima.