Previsto para chegar ao Brasil no primeiro trimestre deste ano, o novo Ford Edge foi lançado no Chile na última quinta-feira (12). O crossover será vendido naquele país em três configurações, com duas opções de motor a gasolina (confira abaixo os preços em pesos chilenos e convertidos para o real).

Edge SE 2.0 EcoBoost – 19.990.000 pesos (R$ 102.420)
Edge SEL 2.0 EcoBoost – 21.240.000 pesos (R$ 108.826)
Edge SEL 3.5 V6 AWD – 23.990.000 pesos (R$ 122.915)

O bloco de quatro cilindros 2.0 EcoBoost (turbo) de 245 cv de potência está disponível nas versões SE e SEL com tração dianteira, enquanto o 3.5 V6 de 280 cv equipa a topo de linha SEL com tração integral. As três variantes contam com câmbio automático de seis velocidades.

Por se tratar de um projeto global, o Edge foi totalmente renovado para atender às preferências de diferentes mercados pelo mundo. O modelo é equipado com ar-condicionado automático, direção elétrica e oito airbags desde a versão de entrada. Na configuração SEL, há o acréscimo da central multimídia Sync de terceira geração com tela tátil de oito polegadas e comando de voz, entre outros recursos, monitor de ponto cego, alerta de tráfego cruzado, sensores de estacionamento, partida do motor à distância, teto solar panorâmico, abertura e fechamento do porta-malas por gestos, entre outros itens.

Para o Brasil, deverá ser importada apenas a versão Limited, equipada com o motor V6 (recalibrado para gerar 290 cv), tração integral e pacote único de equipamentos. A Ford ainda não revelou, mas rumores da imprensa especializada apontam que o Edge custará por aqui acima de R$ 200 mil, considerando a atual taxa cambial do dólar.

Fotos: Divulgação