Um dos pontos fracos do Peugeot 2008 é o câmbio automático. Nas versões equipadas com motor 1.6 aspirado da família EC5, o crossover utiliza a caixa automática de apenas quatro velocidades, enquanto o 1.6 THP está ligado à transmissão manual de seis marchas.

No entanto, esse cenário parece estar prestes a mudar. Isso porque uma unidade de teste do Peugeot 2008 foi vista com o capô aberto e com uma etiqueta indicando a novidade. Como mostram as fotos abaixo, a etiqueta traz a sigla AT6 III, que aponta a utilização de um câmbio automático de seis velocidades de terceira geração.

Portanto, estamos falando da caixa EAT6, apresentada no hatch DS 3 chinês em 2015. Apesar desse câmbio estar conectado ao motor 1.2 tricilíndrico Puretech no país asiático, ele pode ser conectado aos motores 1.6 à venda no Brasil — tanto no bloco aspirado quanto no turbo.

Fotos: Bom de acelerar, Peugeot 2008 Griffe THP vacila na falta do câmbio automático

Vale ressaltar que há cerca de um ano, durante o lançamento do 2008, a Peugeot informou que o crossover não poderia receber a transmissão AT6 do modelo 408, pois a plataforma compacta não comportava o item. No entanto, como essa nova caixa automática de seis marchas é utilizada no DS 3, tudo indica que ela será lançada no 2008, além de futuramente também estrear no 208 e na gama Citroën, tanto no C3 como no Aircross, aposentando de vez o câmbio de quatro velocidades.

Essa mudança poderá significar mais um salto na estratégia do Grupo PSA de oferecer carros com mecânica moderna e custo-benefício atrativo. Vale destacar que, atualmente, o crossover 2008 possui uma média de 1.000 unidades emplacadas mensalmente, enquanto os líderes Honda HR-V e Jeep Renegade representam 5.500 e 4.000 unidades por mês, respectivamente.

Fotos: Carsale