O Audi A1 Sportback reestilizado está à venda no Brasil desde o começo do ano, com discretos retoques visuais que o deixaram ainda mais parecido com o irmão maior A3. Além dos faróis e lanternas redesenhados e com iluminação de LED, o compacto traz como principal novidade o motor 1.8 TFSI na versão Ambition (a partir de R$ 124.990) – a variante de entrada Attraction manteve sob o capô o 1.4 TFSI (R$ 106.990), recalibrado para 125 cv (3 cv a mais).

Enquanto praticamente todas as fabricantes (incluindo a Audi) partem cada vez mais para o uso de motores menores e repletos de tecnologia em busca de maiores índices de eficiência, o A1 Sportback Ambition foi na contramão da tendência. A versão mais invocada do pequenino à venda no país trocou o bloco de 1.4 litro sobrealimentado com turbo e compressor mecânico, que gerava 185 cv de potência, pelo 1.8 litro turbo de 192 cv. Ambos entregam 25,5 kgfm de torque, mas no motor maior essa força está disponível em uma faixa de rotações inferior (a partir de 1.250 rpm contra 2.000 rpm).

Em tese, o motor 1.4 TFSI tinha uma concepção mais complicada por necessitar de um compressor acionado por correia para gerar mais força desde os giros mais baixos. Já o 1.8 TFSI, além da capacidade cúbica maior, utiliza dois sistemas de injeção de combustível, que funcionam de acordo com a necessidade de torque: indireto e direto. O primeiro entra em ação em baixas ou médias demandas de força, independentemente da rotação do motor, enquanto o último trabalha em acelerações mais fortes e de maior exigência do propulsor.

A diferença de desempenho entre os dois motores é bem sutil, com pequena vantagem ao 1.8 TFSI. No geral, o A1 Sportback Ambition é um carrinho que responde com agilidade em qualquer situação. De acordo com os dados de fábrica, ele acelera de 0 a 100 km/h em 6,9 segundos e chega aos 234 km/h de velocidade máxima. Mas não é preciso acelerar muito ou atingir velocidades muito altas para aproveitar o potencial do compacto. No uso cotidiano, essa disposição faz a diferença na hora de encarar uma subida mais íngreme, fazer uma ultrapassagem ou mudar rapidamente de faixa no trânsito. Basta uma cutucada no acelerador para o A1 pular na frente de todo mundo.

Na estrada, o A1 é ainda mais divertido, pois ganha velocidade rapidamente e entrega retomadas espertíssimas graças ao excelente câmbio S Tronic de dupla embreagem e sete marchas. Caso queira ter o controle total do carro, o motorista pode optar pelas trocas manuais na alavanca ou nas borboletas atrás do volante. A dirigibilidade do carrinho fica mais afinada quando o modo Dynamic é acionado no Audi Drive Select (há ainda os modos Auto e Efficiency, que prioriza o consumo), pois a direção ganha peso e fica mais direta e as trocas de marchas são feitas a rotações mais elevadas.

Durante os nossos testes, aferimos as seguintes médias de consumo: 9,9 km/l na cidade e 16,4 km/l na estrada. Os números são bons para a proposta esportiva do carro, mas vale lembrar que o antigo 1.4 TFSI com compressor superava facilmente os 18 km/l em trecho rodoviário e entregando desempenho semelhante.

O A1 Sportback Ambition é, obviamente, um carro de nicho. É uma opção a quem quer se divertir ao volante de um hot hatch estilosinho, mas acha um Mini Cooper S ousado demais. Por quase R$ 125 mil, ele traz itens como ar-condicionado digital, bancos esportivos, o Audi Drive Select, sensor de chuva, faróis com acendimento automático, rodas de liga leve de 17 polegadas, sete airbags, controles de estabilidade e tração, entre outros. Para levar para casa um carro como o das fotos, é preciso desembolsar mais R$ 6 mil pelo teto solar elétrico e R$ 9 mil pelo pacote Tecnologia, que adiciona luzes de LED, som premium da marca Bose, controle de cruzeiro e chave presencial. Pintura metálica aumenta a conta em R$ 1.500. Com preço de carro premium de segmento superior, o A1 Sportback Ambition é direcionado realmente a quem tem um saldo bancário generoso e pode pagar (caro) pela diversão, pois não é qualquer um que pode (e tem coragem de) desembolsar essa quantia por um carro que mal acomoda dois adultos no banco traseiro.

Fotos: Guilherme Silva e Divulgação

Ficha técnica

Modelo
Audi A1 Sportback Ambition
CarroceriaMonobloco em aço, cinco portas, quatro lugares
MotorTransversal, quatro cilindros, 16 válvulas, injeção direta de combustível, turbocompressor, a gasolina
Cilindrada (cm³)1.798
Potência192 cv a 5.400 rpm
Torque25,5 kgfm entre 1.250 e 5.300 rpm
Freios dianteirosDiscos ventilados
Freios traseirosDiscos sólidos
Suspensão dianteiraMcPherson
Suspensão traseiraEixo rígido
RodasLiga leve de 17 polegadas
Pneus215/40 R17
DireçãoElétrica
Peso em ordem de marcha (kg)1.205
Comprimento (metros)3,97
Largura (m)1,74
Altura (m)1,42
Distância entre-eixos (m)2,46
Tanque (litros)45
Volume do porta-malas (litros)270
TransmissãoAutomatizada de dupla embreagem, sete marchas
TraçãoDianteira
Aceleração 0 a 100 km/h (segundos)6,9 (dado de fábrica)
Velocidade máxima (km/h)234 (dado de fábrica)