Dias depois de divulgar teasers da reestilização da Amarok, a Volkswagen revelou imagens e detalhes da picape atualizada. A principal novidade da linha 2017 é a oferta da motorização 3.0 V6 a diesel com três diferentes configurações: 163 cv, 204 cv e 224 cv (56,1 kgfm de torque). A adoção do novo propulsor indica uma possível aposentadoria do propulsor de quatro cilindros 2.0 biturbo a diesel, envolvido no escândalo de fraudes nos testes de emissões.

A Amarok 2017 chegará ao mercado europeu em setembro, em versões com tração traseira e câmbio manual de seis marchas e 4×4 com transmissão automática de oito velocidades e diferencial Torsen. De acordo com a Volkswagen, a picape teve as relações da caixa automática alongadas para baixar as rotações do motor e reduzir o consumo na estrada. A fabricante divulga um consumo médio de 13,1 km/l e 199 gramas de dióxido de carbono expelidas por quilômetro.

Para melhorar a dirigibilidade da picape – referência no segmento neste quesito – a Volkswagen adotou um novo sistema de direção com assistência elétrica. Na versão topo de linha de 224 cv de potência, os freios foram redimensionados com freios de 17 polegadas nas rodas dianteiras e 16 polegadas nas traseiras.

Na parte visual, a Amarok recebeu discretos retoques no para-choque dianteiro, na grade frontal e nos faróis. Na Europa será oferecida uma versão de lançamento batizada de Aventura, que será equipada com conjunto óptico bi-xenônio e rodas de aro 20. Todas as configurações sairão de fábrica com o sistema de frenagem pós-colisão de série (aciona os freios após um acidente para evitar o deslocamento do veículo).

A Amarok renovada ainda não foi confirmada para o mercado brasileiro, mas, após os lançamentos da rivais atualizadas, existe a possibilidade de a Volkswagen apresentá-la no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro.

Fotos: Divulgação