O novo Ford GT ainda nem foi lançado e já superou as expectativas da marca em números de encomendas. Com produção limitada a apenas 500 unidades (250 por ano), o superesportivo recebeu mais de 7 mil intenções de compra em apenas uma semana.

Mas para colocar um GT na garagem não basta ter apenas uma conta bancária bem generosa. Os interessados pelo carro têm de entrar em uma lista de espera para ser avaliado pela própria Ford. A marca diz que vai priorizar clientes que pensam em comprar o superesportivo para aproveitá-lo ao máximo e mantê-lo por um bom tempo. A intenção é afastar especuladores que compram carros de produção limitada apenas para lucrar com uma futura revenda.

O novo Ford GT é equipado com um motor EcoBoost central-traseiro de 3.5 litros V6 biturbo, que gera mais de 600 cv de potência. Segundo rumores da imprensa internacional, ele tem preço estimado de US$ 450 mil (cerca de R$ 1,6 milhão) para os Estados Unidos e de 500 mil euros (R$ 2 milhões) para o mercado europeu – valores superiores aos de modelos como Ferrari F12 Berlinetta e Lamborghini Aventador.

Fotos: Divulgação