Cerca de um ano depois do lançamento do Volkswagen up! TSI, a Hyundai apresentou ao mercado brasileiro, na última terça-feira (12), o seu motor de três cilindros 1.0 turboflex para as linhas HB20 e HB20S. Os modelos equipados com o novo propulsor chegam às lojas no próximo dia 26 nas versões intermediárias Comfort Plus e Comfort Style com preços iniciais de R$ 47.445 (hatch) e R$ 51.475 (sedã). Os pacotes de equipamentos são idênticos aos das configurações aspiradas

Confira abaixo a lista de versões, preços e principais itens de série do HB20 e HB20S 1.0 turbo:

– HB20 (hatch) Comfort Plus 1.0 turbo (R$ 47.445): airbags frontais; freios com ABS; ganchos Isofix para a fixação de cadeirinhas infantis; ar-condicionado manual; direção hidráulica; vidros, travas e retrovisores elétricos; sistema de som com comandos no volante; computador de bordo com sete funções; banco do motorista com regulagem de altura; chave canivete; alarme; rodas de aço aro 15 com calotas e pneus 185/60 R15, acabamento preto na coluna B e na moldura dos vidros e maçanetas externas na cor da carroceria.

– HB20 (hatch) Comfort Style 1.0 turbo (R$ 51.595): acréscimo de volante com regulagem de altura e profundidade; porta-óculos; alças de segurança; rodas de liga leve de 15 polegadas; função um-toque para subida e descida de todos os vidros com comandos na chave; lanternas “Clear Type” e faróis de neblina.

– HB20S (sedã) Comfort Plus 1.0 turbo (R$ 51.475) e HB20S (sedã) Comfort Style 1.0 turbo (R$ 55.225) contam com os mesmos pacotes de equipamentos das variantes hatch.

Pintura metálica ou perolizada: R$ 1.100 (sem custo para a cor prata Sand)

O novo motor gera 98 cv/105 cv de potência a 6.000 rpm e 13,8/15 kgfm de torque a partir de R$ 1.550 rpm (gasolina/etanol). O propulsor é uma variante turbinada do conhecido Kappa 1.0 aspirado com bloco de três cilindros e 12 válvulas. Diferentemente do motor do Volkswagen up! TSI, o da Hyundai não conta com a tecnologia de injeção direta de combustível – mas é dotado de duplo comando nas válvulas de admissão e escape.

Com esses números, o propulsor turboalimentado fica posicionado entre o 1.0 de 80 cv e o bloco de quatro cilindros 1.6 de 128 cv (potências com etanol), ambos naturalmente aspirados.

A potência, no entanto, fica próxima as do Chevrolet Onix 1.4 de 98/106 cv e do Volkswagen Gol 1.6 de 101/104 cv, mas supera os 85/88 cv do motor 1.4 do Fiat Palio. Vale destacar que o bloco TSI do up! entrega 101/105 cv, enquanto o 1.5 aspirado do Ford Ka gera 105/110 cv (gasolina/etanol).

A Hyundai informa que o HB20 Turbo acelera de 0 a 100 km/h em 11,2 segundos atinge a velocidade máxima de 182 km/h (183 km/h no caso do sedã).

Em termos de consumo, o HB20 Turbo conquistou a nota A na categoria e B na avaliação geral do Inmetro com médias de 11,2/8,6 km/l na cidade e 14,3/10,1 km/l na estrada (gasolina/etanol).

Embora faça parte da família Kappa, o 1.0 turbinado possui diferenças em relação ao motor aspirado. Além da turbina fixada ao cabeçote (para reduzir o trajeto dos gases que a acionam e, consequentemente, diminuir o tempo de enchimento), o bloco é exclusivo e os componentes são lubrificados com maior quantidade de óleo de especificação diferente.

No HB20 Turbo, o propulsor é associado a um câmbio manual de seis marchas (no 1.0 aspirado são cinco velocidades) com relações 10% mais longas e embreagem reforçada para suportar o aumento de potência e torque.

Rápido contato na pista

O teste do HB20 Turbo foi no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), onde foi possível avaliar uma unidade da versão Comfort Plus hatch. Embora esse tipo de local seja mais indicado para a avaliação de esportivos, foi possível notar que o HB20 Turbo é mais espertinho a partir dos 2.000 rpm. Esse ganho de agilidade em comparação ao 1.0 aspirado pode ser sentida em retomadas e saídas de curva. Para aproveitar melhor o desempenho do motor no “miolo” do traçado, as voltas foram feitas a maior parte do tempo em terceira marcha, com esticadas até a quinta marcha na reta dos boxes (atingindo velocidades próximas dos 150 km/h até o ponto de frenagem a 150 metros da entrada do S do Senna). Sem alterações nos freios e na suspensão, o HB20 Turbo apresentou comportamento em curvas condizente para um conjunto calibrado para privilegiar o conforto, o que é normal para um modelo sem aspirações a carro de corrida. Faltou, no entanto, uma avaliação em condições reais de uso para observar como o compacto se comporta no trânsito urbano e na estrada.

Preços das versões aspiradas:

– HB20 Comfort 1.0: R$ 40.545
– HB20 Comfort Plus 1.0: R$ 43.745
– HB20 Comfort Style 1.0: R$ 47.895
– HB20 Comfort Plus 1.6: R$ 50.295
– HB20 Comfort Style 1.6: R$ 54.245
– HB20 Comfort Plus 1.6 automático: R$ 54.595
– HB20 Comfort Style 1.6 automático: R$ 58.545
– HB20 Premium 1.6 automático: R$ 61.545

– HB20S Comfort Plus 1.0: R$ 47.775
– HB20S Comfort Style 1.0: R$ 52.525
– HB20S Comfort Plus 1.6: R$ 54.125
– HB20S Comfort Style 1.6: R$ 57.875
– HB20S Comfort Plus automático 1.6: R$ 58.425
– HB20S Comfort Style automático 1.6: R$ 62.175
– HB20S Premium automático 1.6: R$ 65.175

Teste-drive a convite da Hyundai
Fotos: Divulgação