Uma semana depois de divulgar os preços das versões a diesel da Ranger 2017, a Ford revelou os valores de todas as configurações da tabela da picape, que parte de R$ 99.500 e vai até R$ 179.900.

Confira abaixo os preços da Ford Ranger 2017:

Ranger XLS 2.5 flex manual 4×2 cabine dupla – R$ 99.500

Ranger Limited 2.5 flex manual 4×2 cabine dupla – R$ 118.900 (sob encomenda)

Ranger XLS 2.2 turbodiesel manual 4×4 cabine dupla – R$ 129.900

Ranger XLS 2.2 turbodiesel A/T 4×4 cabine dupla – R$ 142.900

Ranger XLT 2.5 flex manual 4×2 cabine dupla – R$ 109.900

Ranger XLT 3.2 turbodiesel A/T 4×4 – R$ 166.900

Ranger Limited 3.2 turbodiesel A/T 4×4 cabine dupla – R$ 179.900

De acordo com a Ford, esta é a “melhor Ranger de todos os tempos” devido as melhorias estruturais e de segurança acrescentadas nesta reestilização. A picape passa a ter cinco anos de garantia e sai de fábrica equipada com sete airbags, freios com ABS, sistemas eletrônicos de estabilidade e tração, ganchos Isofix para a ancoragem de cadeirinhas infantis, encostos de cabeça e cintos de segurança de três pontos para os ocupantes do banco traseiro de série nas versões XLS, XLT e Limited.

Na configuração mais cara, Limited, a Ranger traz recursos inéditos na categoria, como alerta de colisão frontal, piloto automático adaptativo (aciona os freios e acelera automaticamente de acordo com a distância do veículo à frente), sistema de permanência em faixa (ao detectar uma mudança involuntária de faixa, avisa o motorista com vibrações no volante) e sistema de monitoramento da pressão dos pneus.

Por fora, a principal mudança está na grade frontal em formato de escudo e nos faróis mais estreitos. Na versão Limited, as rodas de liga leve de 18 polegadas têm novo desenho – antes eram de aro 17. A Ford passa a oferecer também a pintura metálica vermelho Toscana.

O interior teve o painel redesenhado, com novas entradas de ar e quadro de instrumentos remodelado com telas configuráveis. A tela de oito polegadas da central multimídia SYNC, o volante redesenhado e os novos comandos do ar-condicionado também são novidade.

As motorizações não sofreram alterações. A Ranger continua sendo oferecida com o bloco de 2.5 litros flex, que desenvolve 168/173 cv (gasolina/etanol), e câmbio manual de cinco marchas.

Já os propulsores turbodiesel de 2.2 litros de 160 cv e o cinco cilindros de 3.2 litros de 200 cv estão disponíveis com caixas manual e automática, ambas de seis velocidades, e sistema de tração 4×4.

O Carsale participa do teste-drive da Ranger 2017 e publicará outras informações e as impressões ao dirigir oportunamente.