A Audi lançou no mercado brasileiro, na última quarta-feira (06), a nova geração do sedã A4. Embora tenha mantido a discrição no visual, o modelo passou por uma grande transformação, principalmente do ponto de vista tecnológico para ficar mais competitivo diante dos também germânicos (embora fabricados no Brasil) BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C.

O A4 agora é baseado na moderna plataforma para motores longitudinais MLB Evo, que utiliza alumínio fundido e aços especiais em diversos elementos. Com isso, o sedã ficou 110 kg mais leve em relação à geração anterior. O menor peso e a nova motorização fizeram o A4 conquistar a nota A nos testes de consumo do Inmetro.

Neste primeiro momento, o A4 está disponível em apenas três versões, todas equipadas com o motor de quatro cilindros 2.0 TFSI a gasolina de 192 cv de potência e 32,63 kgfm de torque. Uma delas, a Launch Edition, chega às lojas com preço e equipamentos em condições especiais e limitada a 500 unidades.

Confira abaixo os preços e principais equipamentos de série do novo Audi A4:

+A4 Attraction (R$ 159.990):partida do motor por botão; faróis bi-xenônio com luzes diurnas em LED; rodas de liga leve aro 17; bancos em couro sintético; sensores de chuva e luminosidade; assistente de partida em rampas; sistema multimídia com conectividade básica; e sensor de estacionamento traseiro.

+A4 Launch Editon (R$ 172.990):itens da Attraction mais faróis full-LED; painel de instrumentos virtual cockpit com tela de 12,3 polegadas; integração com smartphones via Android Auto e Apple CarPlay; bancos esportivos; retrovisores externos rebatíveis.

+A4 Ambiente (R$ 182.990):pacote anterior com a adição de rodas de liga leve aro 18; acabamento esportivo da linha Sport; navegador GPS; e pacote de luz para climatização interna.

Itens como teto solar elétrico, câmera de ré com sistema de segurança para saída de vagas de estacionamento, head-up display (informações do painel de instrumento no para-brisa), sensores laterais e de presença de pedestres, e sistema de som Bang & Olufsen 3D são oferecidos, por ora, como opcionais.

A Audi já confirmou a chegada da versão Ambition no segundo semestre. A variante será equipada com o mesmo motor, porém, recalibrado para gerar 255 cv de potência e 37,7 kgfm de torque. Os itens vendidos como opcionais para as demais versões devem integrar o pacote de série da Ambition. As mudanças também chegarão à perua A4 Avant, cujo propulsor manterá os 192 cv.

Apesar da redução de peso, o modelo está maior – 4,72 metros de comprimento, 2,82 m de distância entre-eixos – e o porta-malas agora acomoda 480 litros de bagagem. A suspensão, agora com sistema de multibraços (cinco no total) na dianteira e traseira, é 6 quilos mais leve que a anterior. O sistema de direção elétrica é o mesmo do superesportivo R8.

Aliás, a Audi também se aproveitou de outros itens da sua linha atual, como o “virtual cockpit” do TT. O volante é novo e conta com três raios e todos os comandos da central multimídia com tela de 8 polegadas, mas sem sensibilidade ao toque, e do painel de instrumentos digital. Segurança também não falta: entre os itens de série estão os sistemas ABS (antitravamento) e EBD (distribuição eletrônica da força de frenagem) para os freios, além de controles eletrônicos de estabilidade e tração e bloqueio eletrônico de diferencial.

Impressões

Ao volante, o novo A4 é extremamente confortável, os assentos são macios e envolvem o corpo do motorista, enquanto o volante possui ótima empunhadura. Caprichado, o interior conta com pouco plástico rígido, contando com partes emborrachadas e aço escovado.

Outros itens que servem para tratar bem o motorista são o “virtual cockpit” (que conta com informações de telefone, ajustes do carro e de navegação) e o head-up display (projeta informações do velocímetro e do GPS no para-brisas, evitando que o condutor tire os olhos da estrada).

O modo de conduzir o veículo depende de alguns ajustes pré-definidos, como a função Efficient, que visa a melhor na consumo de combustível ou a Dynamic, que altera o mapeamento do motor e as resposta do câmbio automatizado de sete marchas e dupla embreagem (banhadas a óleo) para entregar potência mais rapidamente.

Seja qual for o modo de condução que o motorista escolher, o motor e a transmissão trabalham em ótima sintonia, garantindo ótimo desempenho ao sedã. E, mesmo em acelerações mais fortes, o quase não se escuta o ruído do motor. Segundo a Audi, todo o trabalho de isolamento acústico foi refeito, tornando a cabine do sedã muito mais silenciosa que a do modelo anterior. A suspensão, agora com cinco braços na dianteira e traseira, filtra bem os buracos das vias brasileiras, garantindo conforto e estabilidade ao novo A4.

Por fim, a Audi também trouxe conexão ao modelo, sendo assim, a central multimídia, pouco instintiva, uma vez que é comandada no painel central e não através do toque, usa os sistemas de espelhamento de celular Android Auto e Apple CarPlay.

Teste-drive a convite da Audi