Após revelar a versão final do SUV C-HR, a Toyota confirmou quais serão suas motorizações na Europa. O CH-R utiliza a nova plataforma global da Toyota, que estreou no novo Prius. Além disso, o utilitário utilizará o bloco híbrido do irmão. Portanto, contará com o motor 1.8 de 122 cv que despeja apenas 90 g/km de CO2 na atmosfera.

Além deles, a Toyota anunciou que o C-HR contará com um propulsor 1.2 turbocharged de 115 cv com câmbio manual de seis velocidades, usado pela primeira vez no Auris. Também estará disponível uma variante com motor 2.0 e câmbio CVT, mas sem os dados de potência divulgados.

O visual do C-HR manteve-se próximo ao do conceito mostrado anteriormente pela Toyota (foto abaixo), com destaque para as linhas marcantes e vincos na carroceria. O design é ousado se comparado ao de outros veículos da marca japonesa, lembrando apenas um pouco do novo Prius na dianteira.

A Toyota não confirmou a vinda do C-HR ao Brasil, onde o modelo disputaria as vendas com o rival nipônico Honda HR-V, além de Jeep Renegade, entre outros SUVs compactos, dependendo de sua configuração.