Reestilizações são feitas para atualizar um veículo durante o seu ciclo de produção. Normalmente, essas mudanças são modestas e podem incluir retoques no visual do modelo (nova grade, parachoques, faróis, lanternas), além de novidades em termos de acabamentos e equipamentos. O mais recente caso de reestilização foi o do Volkswagen Gol.

Mas o que mudou de fato no Gol? Não consegue identificar? O Carsalemostra as principais mudanças no modelo que já foi o preferido dos brasileiros por 27 anos.

Mova a barra das galerias abaixo completamente para a esquerda para ver o Gol 2017 e para a direita para conferir detalhes do modelo anterior.

FRENTE

A dianteira foi a área que menos mudou no Gol, tanto que os olhos mais desatentos podem não perceber as diferenças. Os faróis receberam um novo arranjo de luzes, enquanto a grade, na versão Highline, ganhou um filete cromado. Por fim, vemos que o para-choque foi reestilizado com frisos e faróis de neblina redondos com moldura cromada.

TRASEIRA

A traseira ganhou lanternas inspiradas nas do Polo europeu e tampa do porta-malas com vincos mais destacados, que dão a impressão de o carro estar mais largo. O desenho do para-choque também é novo.

INTERIOR

O interior é o grande destaque. O Gol ganhou visual interior mais próximo ao dos outros modelos da marca. Saídas de ar retilíneas, instrumentos com grafismo atualizado, central multimídia (opcional) e um friso metálico no meio do painel são as principais novidades.

MOTOR

No caso do motor, a Volks substituiu o motor 1.0 de quatro cilindros que rendia até 77 cv com etanol pelo moderno 1.0 de três cilindros de 82 cv com o combustível vegetal. O torque se manteve basicamente o mesmo, o antigo motor entregava 10,6 kgfm, enquanto o novo oferece 10,4 kgfm.

Fotos: Divulgação