A Chevrolet divulgou as primeiras fotos do Chevrolet Tracker 2017, chamado de Trax no mercado norte-americano. A apresentação oficial do modelo já está marcada para o Salão do Automóvel de Chicago, que abre as portas para o público no próximo sábado (13).

As fotos abaixo mostram que o utilitário compacto da Chevrolet passou por uma reestilização. O resultado dessa atualização pode ser visto externamente na adoção da nova identidade visual da marca, inaugurada pelo Cruze e que no Brasil pode ser vista no novo Cobalt. As principais novidades estéticas do Tracker ficam por conta de novos faróis e lanternas, parachoques redesenhados e nova grade frontal. Há também assinatura em LED nos faróis e novas rodas de 18 polegadas nas versões topo de linha.

Internamente o chamariz é a tela sensível ao toque de 7 polegadas no painel central, que passa a contar com a última geração do sistema multimídia Mylink (presente também no Cobalt atual à venda no Brasil), capaz de espelhar celulares, compatível com Apple CarPlay e Android Auto. No Tracker também é possível desfrutar de wi-fi via 4G.

Sob o capô a aposta é de que o Tracker manterá o motor 1.4 turbo de 140 cv de potência. A transmissão automática de seis velocidades também permanece.

No Brasil

No Brasil o futuro do Tracker é incerto. Atualmente, o modelo é comercializado somente na versão LTZ com motor 1.8, partindo de R$ 83.890. No acumulado do ano, o utilitário teve desempenho apenas modesto, com 11.031 unidades contra 51.155 exemplares do líder Honda HR-V.

A General Motors do Brasil já havia confirmado planos de produzir localmente um utilitário compacto para brigar com a concorrência formada pelos novatos Jeep Renegade, Honda HR-V, Peugeot 2008 e os atualizados Renault Duster e Ford EcoSport. Sobre a reestilização do Tracker, não há confirmação da GM sobre a sua possível comercialização no Brasil.

Fotos: Divulgação