Um exemplar do cupê Ferrari 335 Sport Scaglietti de 1957 se tornou o veículo mais caro já vendido na história, após ser arrematado em um leilão pela quantia de US$ 35.711.359 (incluindo comissão e gastos), valor equivalente a R$ 139 milhões em uma conversão direta. O leilão foi comandado pela empresa Articurial Motorcars em Paris.

O primeiro lance do leilão foi de US$ 22,3 milhões (cerca de R$ 87 milhões), sendo que após um minuto a oferta subiu para US$ 29 milhões (R$ 113 milhões). Aos dez minutos surgiu a proposta misteriosa e vencedora. Até o momento não se sabe o nome do comprador, mas rumores apontam que o automóvel poderá partir para os Estados Unidos.

A Ferrari em questão traz em um histórico interessante no mundo das competições: em março de 1957 participou das 12 Horas de Sebring e terminou em sexto; ficou na segunda colocação da Mille Miglia e se tornou o primeiro veículo a ter uma velocidade média de 200 km/h na tradicional prova 24 Horas de Le Mans.

O veículo havia sido comprado em 1960 pelo arquiteto Robert N. Dusek da Pensilvânia e dez anos mais tarde foi vendido para Pierre Bardinon, dono de uma coleção com mais de 50 carros de corrida da Ferrari.

Confira no vídeo abaixo detalhes da Ferrari 335 Sport Scaglietti 1957:

Fotos: Divulgação