A CES, maior feira de eletrônicos do mundo, que acontece em Las Vegas, nos Estados Unidos, está se tornando um palco popular para as fabricantes. Após a Fiat divulgar a nova geração da sua central multimídia, a Chevrolet deu um passo ainda maior e apresentou a versão de produção do elétrico Bolt. De acordo com a fabricante, o modelo deve chegar ao mercado custando menos de US$ 30 mil, ou R$ 120 mil em conversão simples.

Não foram revelados muitos detalhes, uma vez que a maioria deles devem ser apresentados durante o Salão do Automóvel de Detroit, na próxima semana. Porém, sabe-se que o modelo terá 320 km de autonomia com as baterias cheias. Por fora, a versão de produção ficou ligeiramente mais alto, oferecendo mais espaço para os passageiros. A frente ficou mais amigável e perdeu os faróis mais agressivos.

O interior conta com a nova geração da central multimídia MyLink que, entre as funções presentes na tela de 10.2 polegadas sensível ao toque, conta com câmera traseira com visão grande-angular, além de visão paranômica ao redor do carro. A central também está programada para otimizar as rotas, sendo capaz de aumentar a autonomia e mostrar os pontos de recarga mais próximos. O aplicativo MyChevrolet será compatível com o Bolt e contará com informações a respeito do estado de carga do veículo, serviço de navegação OnStar, partida remota e climatização da cabine.