O Volkswagen Gol foi o carro mais vendido do Brasil durante 27 anos até perder o reinado para o Fiat Palio, no final de 2014. Essa reviravolta nas vendas tanto “empurrou” o Gol para a sexta posição, como trouxe modelos mais novos para o topo do ranking. O resultado é que o mercado brasileiro teve um novo líder em 2015: o Chevrolet Onix, que garantiu o posto com 125.937 emplacamentos, seguido pelo Palio (que também contabiliza o veterano Palio Fire) com 122.375 e o Hyundai HB20 com 110.408, de acordo com os dados da agência Autoinforme.

O Carsale comparou os três modelos mais vendidos de 2015 na faixa de preços até R$ 45 mil. Em comum, todos eles têm motorização 1.0 e itens cada vez mais exigidos pelo consumidor brasileiro, como ar-condicionado, direção hidráulica, vidros dianteiros e travas com acionamento elétrico, limpador e lavador do vidro traseiro e banco do motorista com regulagem de altura, além dos obrigatórios airbags frontais e freios com sistema antitravamento (ABS).

ONIX, O NOVO LÍDER

O Onix estreou no final de 2012 e, assim como os seus rivais, adotou a fórmula “anti-Gol” para crescer no mercado. Além do visual (principalmente na traseira) inspirado no hatch da Volkswagen, a General Motors apostou na utilização da plataforma GSV (a mesma de Cobalt, Sonic e Spin) para desenvolver um carro com um conjunto mecânico bem acertado e de boa dirigibilidade.

Embora seja equipado com uma versão atualizada do motor 1.0 de oito válvulas presente nos extintos Celta e Corsa, o Onix tem desempenho condizente com a sua proposta e se mostra ideal ao motorista que não se importa com uma tocada mais tranquila. Para entregar mais fôlego no trânsito urbano, o propulsor trabalha associado a um câmbio manual de cinco marchas com relações que priorizam a economia de combustível ao desempenho.

Assim como o Palio, na estrada, o compacto da Chevrolet exige constantes reduções de marchas para embalar em retomadas e ultrapassagens. Nos testes de desempenho realizados pela equipe de engenheiros do Instituto Mauá de Tecnologia, o Onix teve rendimento parecido com o do HB20 e superior ao do Palio. No entanto, ficou na última colocação no comparativo de consumo (confira os números nas tabelas abaixo).

Chevrolet Onix LT 1.0

Teste Carsale-Mauá
 
Cidade
Estrada
0 a 100 km/h
Etanol7,7 km/l11,4 km/l15,7 segundos
Gasolina9,7 km/l15,1 km/l16,3 segundos

A suspensão do Onix é a que apresenta o melhor acerto entre os três modelos. É confortável em vias esburacadas e equilibrada a velocidades de cruzeiro ou em curvas, sem transmitir as incômodas sensações de flutuação ou inclinação excessiva da carroceria.

Interior do Chevrolet Onix

O Onix é o único do trio que pode ser equipado com central multimídia em suas configurações 1.0. No caso da versão LT (a partir de R$ 42.590), o sistema MyLink (com tela tátil de 7 polegadas, Bluetooth, entradas USB e auxiliar, função Audio Streaming, controles no volante e quatro alto-falantes) acrescenta R$ 2 mil ao valor total do veículo (totalizando R$ 44.590).

FIAT PALIO, O VICE-LÍDER

Apesar de ter sido lançado apenas um ano antes de HB20 e Onix, o Novo Palio mostra um certo distanciamento tecnológico em relação aos concorrentes. Não que o Fiat tenha sido concebido muito tempo antes, mas é notória a sua inferioridade dinâmica quando confrontado com compactos mais recentes. O desempenho do motor é bastante acanhado, as respostas da direção são mais lentas e o câmbio é impreciso.

A posição de dirigir é parecida com a do Onix, mas o volante tem melhor empunhadura. Dirigir o Palio exige certa dose de paciência, uma vez que o compacto é sonolento abaixo das 3.000 rpm e “pede” frequentes reduções de marchas para ganhar velocidade ou superar uma ladeira mais íngreme. No entanto, o modelo foi o vencedor no teste de consumo, chegando a registrar 18 km/l em regime rodoviário quando abastecido com gasolina.

Fiat Palio Attractive 1.0

Teste Carsale-Mauá
 
Cidade
Estrada
0 a 100 km/h
Etanol8,4 km/l12,8 km/l17,6 segundos
Gasolina12 km/l18 km/l19,5 segundos

Como outros modelos fabricados em Betim (MG), o Palio mostra que a Fiat é craque quando o assunto é desenvolver suspensões capazes de suportar a buraqueira da ruas e estradas brasileiras. O rodar do compacto é o mais macio do trio, mas, em contrapartida, transmite menos segurança em curvas mais rápidas.

Em sua única versão com motorização 1.0, a Attractive (R$ 40.540), o Novo Palio exige a aquisição de opcionais para ficar parecido com o HB20 e o Onix em termos de equipamentos. Para sair da fábrica com banco do motorista com regulagem de altura, rádio com CD, MP3, USB, Audio Streaming e Bluetooth, além de volante com regulagem de altura, é preciso adicionar à conta o pacote Best Seller (R$ 2.382), que ainda inclui retrovisores com regulagem elétrica, acabamento interno diferenciado e apoio de braço. O volante com comandos do som custa R$ 468 a mais. A soma final chega a R$ 43.390.

HYUNDAI HB20, COREANO ENTRA PARA O TOP 3

Consolidada no Brasil após a boa aceitação dos modelos importados (vendidos pelo Grupo CAOA) nos últimos anos, a Hyundai decidiu investir no desenvolvimento e na produção de um compacto de entrada. O HB20 também chegou ao mercado com a missão de tomar vendas do Gol – tanto que, na época de seu lançamento, provocou filas de espera nas concessionárias – e até hoje tem um grande apelo com o consumidor. Além do fator novidade, o HB20 chamou a atenção pelo visual um tanto arrojado para o segmento.

Apenas três anos depois do lançamento do HB20, a Hyundai aproveitou o sucesso do compacto para lançar a primeira atualização estética e, de quebra, promover melhorias mecânicas no modelo. Além do estilo alinhado à nova identidade da marca, o HB20 ganhou equipamentos e um novo câmbio automático de seis marchas nas versões equipadas com o motor 1.6 de 128 cv.

No caso das variantes 1.0, o retoque estilístico ficou restrito à dianteira, uma vez que as novas lanternas tridimensionais são exclusivas apenas a partir da configuração Comfort Style 1.0 – um vacilo que a Hyundai poderia ter evitado na atualização do modelo. O acabamento interno é melhor que o do Palio e supera o do Onix apenas pela montagem mais caprichada. A distribuição dos instrumentos no HB20 é mais intuitiva e a posição de dirigir é ligeiramente mais baixa que as dos rivais.

Sob o capô, o Hyundai leva um motor 1.0 de três cilindros que desenvolve a mesma potência que o propulsor do Onix, mas entrega desempenho mais ágil em qualquer situação. Há mais fôlego nas situações cotidianas, como arrancadas e na hora de enfrentar subidas com o ar-condicionado ligado, e na estrada. Embora os tempos de aceleração de 0 a 100 km/h do HB20 e do Onix sejam idênticos (15,7 segundos) – com etanol no tanque – o Hyundai é um carro mais esperto nas demais situações.

Hyundai HB20 Comfort Style 1.0

Teste Carsale-Mauá
 
Cidade
Estrada
0 a 100 km/h
Etanol10,2 km/l12,3 km/l15,7 segundos
Gasolina12,5 km/l15,8 km/l17 segundos

Além do bom desempenho em condições urbanas, outra característica que agrada no HB20 é o câmbio. A caixa manual de cinco velocidades tem engates curtos e quase tão precisos como os do Gol, por exemplo.

Na mesma faixa de preços de Onix e Novo Palio com opcionais, o HB20 Comfort Style tem preço sugerido de R$ 44.735, mas pode ser adquirido com um desconto promocional de R$ 2 mil em algumas concessionárias participantes. Nesta configuração, o compacto conta com computador de bordo, volante com ajuste de profundidade e comandos do rádio, ganchos Isofix para a fixação de cadeirinhas infantis, chave canivete, alarme, travamento automático das portas a 15 km/h, retrovisores com regulagem elétrica e setas integradas, rodas de liga leve de 15 polegadas, faróis de neblina, lanternas traseiras com efeito 3D e vidros elétricos nas quatro portas com função “um-toque”.

QUEM LEVA A MELHOR?

No cômputo geral, o HB20 entrega mais equipamentos e desempenho superior por valor próximo ao dos rivais. Outros fatores que pesam a favor do Hyundai é a recente atualização visual lançada há alguns meses e a garantia de cinco anos (contra três anos do Onix e um ano do Palio). No caso do Onix, embora ele tenha sido o carro mais vendido do Brasil em 2015, vale a pena esperar pela reestilização programada para o começo de 2016 e que pode trazer novidades de equipamentos. Já o Palio é o carro que cobra mais pelos equipamentos extras e ainda fica devendo em desempenho e dirigibilidade.

Fotos: Renan Rodrigues (devido à disponibilidade dos carros, as fotos desta matéria são ilustradas por unidades do Chevrolet Onix LTZ e do Hyundai HB20 Comfort Plus)

Ficha técnica

Modelo
Chevrolet Onix LT 1.0
Fiat Palio Attractive 1.0
Hyundai HB20 Comforto Style 1.0
Preço inicialR$ 42.590R$ 40.540R$ 44.735
Motordianteiro, transversal, quatro cilindros, oito válvulas, bicombustíveldianteiro, transversal, quatro cilindros, oito válvulas, bicombustíveldianteiro, transversal, três cilindros, doze válvulas, bicombustível
Cilindrada (cm³)999999,1998
Potência (etanol/gasolina)78/80 cv a 6.400 rpm73/75 cv a 6.250 rpm75/80 cv a 6.200 rpm
Torque (e/g)9,5/9,8 kgfm a 5.200 rpm9,5/9,9 kgfm a 3.850 rpm9,4/10,2 kgfm a 4.500 rpm
Freios dianteirosDiscos sólidos com ABS e EBDDiscos sólidos com ABS e EBDDiscos sólidos com ABS e EBD
Freios traseirosTambores com ABS e EBDTambores com ABS e EBDTambores com ABS e EBD
Suspensão dianteiraMcPhersonMcPhersonMcPherson
Suspensão traseiraEixo de torçãoEixo de torçãoEixo de torção
RodasAço 14 polegadasAço 14 polegadasLiga leve 15"
Pneus185/70 R14175/65 R14n/d
DireçãoHidráulicaHidráulicaHidráulica
Peso em ordem de marcha (kg)1.010999953
Comprimento (metros)3,933,873,90
Largura (m)1,701,671,68
Altura (m)1,481,501,47
Distância entre-eixos (m)2,522,422,50
Porta-malas (litros)280280300
Tanque (litros)544850
Local de produçãoGravataí, Rio Grande do SulBetim, Minas GeraisPiracicaba, São Paulo