A Ferrari voltou a divulgar um comunicado de recall nos Estados Unidos. Após convocar 85 unidades da LaFerrari, a marca anunciou que 185 unidades da Califórnia T precisarão passar por um reparo. De acordo com a fabricante, o motivo é um potencial vazamento de combustível. Todos os esportivos envolvidos no comunicado foram feitos entre 08 de setembro e 11 de novembro desse ano.

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito dos Estados Unidos, o defeito, que em casos mais graves pode ocasionar incêndios, é devido a um erro em um componente de um dos fornecedores da Ferrari. Em 23 de novembro, a Ferrari emitiu um comunicado para paralisar as vendas do modelo, assim, a marca do cavalinho rampante consertou os modelos que estavam em estoque.

Ainda segundo o comunicado, a Ferrari entrará em contato com os proprietários afetados, que deverão se dirigir a uma concessionária para a troca do componente de maneira gratuita.