Depois que uma foto da versão de produção do novo Ford GT foi divulgada na internet, a fabricante confirmou que o modelo será o primeiro carro a sair de fábrica com o para-brisa e a tampa traseira do motor confeccionados com o Gorilla Glass híbrido, um material mais leve e resistente que os vidros convencionais, utilizado em alguns smartphones.

Segundo a Ford, o Gorilla Glass favorecerá diversos aspectos dinâmicos do carro. Por conta de sua leveza, o material ajuda a baixar o centro de gravidade, proporcionando melhor dirigibilidade, além de reduzir o consumo de combustível e contribuir para acelerações e frenagens mais eficientes.

“O Gorilla Glass híbrido é um ótimo exemplo de como a Ford trabalha com os fornecedores para inovar em todas as áreas do negócio”, disse Hau Thai-Tang, vice-presidente de Compras Glovais da Ford. “O novo Ford GT traz grandes inovações em desempenho e baixo peso e estamos empolgados em explorar outras aplicações dessa nova tecnologia”, complementou o executivo.

Mais fino e resistente

Enquanto um para-brisa convencional é constituído por duas camadas de vidro temperado, coladas por um agente termoplástico transparente, o Gorilla Glass utiliza várias camadas – uma placa híbrida temperada especial na camada interna, uma camada termoplástica avançada absorvedora de ruído no centro e vidro temperado na externa. O resultado é uma peça cerca de 5,4 quilos mais leve que as tradicionais.

O Gorilla Glass é de 25% a 50% mais fino e tem resistência igual ou maior que um para-brisa laminado tradicional – mede de 3 a 4 milímetros, contra 4 a 6 mm do convencional.