Após a BMW anunciar aumentos de até R$ 118 mil para 2016, foi a vez da Mercedes-Benz comunicar que os preços de seus modelos passarão por reajustes. Os aumentos atingirão todas os produtos comercializados pela fabricante alemã no Brasil. Os caminhões terão aumento de 5%, enquanto os ônibus aumentarão em 3,5%. Os automóveis ficarão entre 6% e 10% mais caros.

Segundo Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO para a América Latina, “o reajuste é necessário para equilibrar os elevados custos operacionais da empresa e o aumento do câmbio”.

A marca ressaltou que comercializa mais de 45 modelos de automóveis no mercado brasileiro, desde compactos às versões AMG de alto desempenho. A empresa não disponibilizou a nova tabela de preços.