A Kia anunciou seus próximos planos para o Brasil. Após apresentar as novas gerações do Sorento e da Grand Carnival, a marca coreana anunciou que, em março de 2016, o país receberá duas novidades. A primeira delas é o novo Sportage, apresentado durante o Salão do automóvel de Frankfurt, em setembro.

A quarta geração do Sportage chega com desenho mais agressivo. A dianteira segue com a grade no estilo “nariz de tigre”, além de luzes de LED no formato de cubos de gelo. A traseira ganhou uma barra horizontal cromada que liga as lanternas, enquanto que as setas e as luzes de ré ficam logo acima das ponteiras duplas do escapamento.

Kia Optima

Kia Optima

A segundo novidade prometida para o terceiro mês do próximo ano é sedã Optima reestilizado. Logo em seguida, outro modelo que chegará com visual retocado será sedã médio Cerato, que marca o início das operações da nova fábrica da Kia no México. A unidade fabril será fundamental para os planos de expansão da empresa.

Kia Cerato recém reestilizado na Coréia

Kia Cerato recém reestilizado na Coréia

Segundo José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors e da Geely do Brasil, no cenário atual é impossível vender carro fora da cota de importação. Atualmente, a empresa só pode importar 4.800 unidades por ano mas, ainda assim, prevê que fechará 2015 com 16 mil vendas. Apesar disso, de acordo com o executivo, esse volume representa um sacrifício enorme, além da perda de muito dinheiro. A fábrica mexicana terá capacidade de produção de 300 mil unidades anuais – 20% desse total devem ser destinados ao Brasil e outros países da América do Sul. A partir desse momento, a Kia passará a trazer os veículos sem os 35% de imposto de importação cobrados pelo governo brasileiro.

Atual geração do Kia Rio que pode receber mudanças antes de chegar ao Brasil

Atual geração do Kia Rio que pode receber mudanças antes de chegar ao Brasil

Em julho de 2016, a Kia apresentará o compacto Rio feito na Coréia do Sul. O modelo será importado do México a partir de novembro nas configurações de três e cinco portas. Com isso, a fabricante pretende mudar o cenário, uma vez que atualmente passou de 180 concessionárias para 125, dificultando ainda mais as vendas.

Fotos: Divulgação