Em duas oportunidades, acidentes mostraram como a vida de jornalista automotivo nem sempre é fácil. No primeiro deles, um jornalista bateu um Chevrolet Camaro durante o lançamento e acabou expulso do evento. O segundo caso aconteceu no México, onde um jornalista capotou um BMW i8. Agora, aparentemente, o colega de profissão não teve nenhuma culpa em um incêndio ocorrido na Austrália.

Durante o evento de lançamento do novo Ford Everest, o jornalista Peter Barnwel, do News Corp Australia, notou que os avisos no painel começaram a acender e depois apagaram. Em seguida, o motor parou de funcionar. Em questão de segundos, assim que encostou o veículo, o compartimento do motor foi tomado por chamas. Os bombeiros levaram mais de 20 minutos para apagar as chamas.

Segundo o jornalista, houve pequenas explosões que levaram estilhaços a uma distância de 50 metros do local do incêndio. A Ford informou que está investigando as causas do acidente. O novo Ford Everest foi idealizado na Austrália, mas é fabricado na Tailândia.