O escândalo envolvendo os motores a diesel do Grupo Volkswagen começa a ganhar proporções ainda maiores. Após ver as suas vendas caírem 25% nos Estados Unidos, a empresa alemã também passa por dificuldades na Índia.

Segundo o site da agência de notícias Bloomberg, as autoridades locais forçaram a empresa a anunciar um recall de 300 mil carros movidos a diesel. Todos eles deverão perder o software que maquia os índices de poluentes.

Na Europa, as vendas de modelos Volkswagen com motor diesel estão suspensas, enquanto Fiat e GM fazem oferta na tentativa de roubar alguns clientes da concorrência.

Entenda a fraude dos motores a diesel da Volkswagen

A Volkswagen informa, oficialmente, que 11 milhões de veículos saíram de fábrica com o software capaz de fraudar o resultado dos níveis de emissões dos motores movidos a diesel. No Brasil, a marca comercializa apenas a picape Amarok com propulsor movido a esse combustível e, por conta desse problema, anunciou um recall de17 mil unidades do modelo e terá de pagar uma multa R$ 50 milhões.