A Holden, subsidiária australiana da General Motors, anunciou a reestilização do crossover Captiva em seu país de origem. Baseado na versão europeia (a vendida no Brasil é importada do México), o modelo chegará às concessionárias locais no começo de 2016 com visual mais agressivo e uma nova versão de sete lugares.

A reestilização adotou novos para-choques, grade e faróis. Porém, a grande mudança do modelo aconteceu no interior, que ficou mais tecnológico com a introdução da central multimídia MyLink com tela de sete polegadas sensível ao toque. O equipamento é compatível com os sistemas Apple CarPlay e Android Auto, além de câmera de ré e sensores de estacionamento.

No país dos cangurus, o Captiva tem versões com motorização a gasolina de quatro cilindros de 2.4 litros de 165 cv e 3.0 V6 de 255 cv. A única opção a diesel é um bloco de 2.2 litros de 182 cv. A transmissão pode ser manual ou automática, ambas de seis marchas. São três níveis de acabamento: LS, LT e LTZ. O preço incial não foi revelado, mas a imprensa especializada local afirma que a versão de entrada custará a partir de 29.990 dólares australianos (cerca de R$ 83.313).

Fotos: Divulgação