As peruas já representaram uma fatia bastante expressiva do mercado brasileiro de automóveis e praticamente todas as marcas tiveram ao menos um modelo desse tipo de carroceria em seu portfólio por aqui. Mas esse cenário começou a mudar consideravelmente há pouco mais de uma década, com a chegada dos monovolumes e utilitários esportivos, que se tornaram os veículos preferidos pelas famílias por conta de sua versatilidade. Hoje em dia, as peruas estão restritas a poucos modelos mais populares (como a Fiat Weekend/Adventure e Volkswagen SpaceFox/SpaceCross), porém, marcando maior presença nos segmentos premium e de luxo, dominados pelas marcas alemãs.

Para acirrar a briga com as germânicas Audi A4 Avant e Mercedes-Benz C180 Touring, a Volvo lançou no primeiro semestre deste ano duas versões mais em conta da V60, a Kinetic (R$ 144.950) e a Momentum (R$ 154.950), que entram no lugar da R-Design T5 e ficam posicionadas abaixo da R-Design T6 (R$ 205.950).

Todas as configurações da V60 são equipadas com o novo motor de quatro cilindros da família Drive-E. Dotado de injeção direta de combustível e turbo, o propulsor de 2.0 litros a gasolina desenvolve 245 cv a 5.500 rpm e 35,7 kgfm entre 1.500 e 4.800 rpm. No caso da R-Design T6, a potência e o torque sobem para 305 cv a 5.700 rpm e 40,7 kgfm a partir de 2.100 rpm, respectivamente, graças a ajustes específicos. O câmbio é sempre automático de oito velocidades para todas as versões.

Para ver do que a perua sueca é capaz, avaliamos a versão de entrada Kinetic, que tem como um dos apelos de compra cobrar cerca de R$ 20 mil a menos que as rivais alemãs, porém oferecendo motor mais potente (o 1.8 turbo da A4 Avant gera 180 cv e o 1.6 turbo da C180 Touring entrega 156 cv) e bom nível de conteúdo. Entre os principais equipamentos de série, a V60 Kinetic conta com seis airbags, controles de estabilidade e tração, sistema start-stop, rodas de liga leve de 17 polegadas, faróis de xenônio direcionais, ar-condicionado automático de duas zonas, freio de estacionamento elétrico, bancos de couro com ajustes elétricos para o motorista, sistema multimídia com tela de sete polegadas e DVD, piloto automático, sensor de estacionamento traseiro, teto solar elétrico, entre outros.

Quando pensamos em peruas, é difícil não lembrar do emblemático modelo 850, que a Volvo vendeu por aqui no começo da década de 1990 e que ficou caracterizado pelo visual quadradão, com traseira reta e grandes lanternas verticais. Embora o desenho da V60 seja moderno, é possível notar um pouco da influência da 850 na solução encontrada para acomodar o conjunto óptico traseiro. Olhando a perua de perfil, a silhueta tem um leve caimento na traseira, acompanhando o “afunilamento” da área envidraçada lateral. Já a frente, perdeu um pouco da personalidade em um facelift em 2014, ficando com uma aparência genérica, semelhante à dos modelos alemães.

O interior da V60 é sóbrio, mas bem acabado. A cabine acomoda bem quatro adultos e o porta-malas leva até 430 litros de bagagem – a capacidade chega a 1.240 litros com o banco traseiro totalmente rebatido. Graças à amplitude das regulagens do banco e da coluna de direção, o motorista encontra facilmente a melhor posição de dirigir.

Mas a perua mostra mesmo a sua pegada esportiva quando é colocada em movimento. O motor de 245 cv entrega força em qualquer situação e trabalha em sintonia com o câmbio automático de oito marchas, que permite trocas manuais na alavanca. Na estrada é possível aproveitar melhor todo o potencial da perua, pois é em curvas rápidas que ela apresenta as credenciais de uma marca que sabe combinar esportividade com alto nível de segurança. Mesmo a velocidades mais altas, a V60 esbanja uma estabilidade de fazer inveja às rivais alemãs e faz o motorista se esquecer que está ao volante de um carro de vocação familiar. As suspensões, independentes nas quatro rodas, têm acerto mais firme, mas não comprometem o conforto dos ocupantes.

Volvo V60 Kinetic

Teste Carsale-Mauá
Cidade
Estrada
0 a 100 km/h
Retomada 80 a 120 km/h
Frenagem 100 a 0 km/h
8,3 km/l14 km/l7,07 segundos4,47 segundos52,5 metros

A dinâmica afinada da perua vem acompanhada da tradicional preocupação que a Volvo tem pela segurança. Além da meia dúzia de airbags e dos sistemas de segurança citados anteriormente, a V60 conta ainda com o City Safety, um recurso que para o carro automaticamente a até 15 km/h ou aciona os freios a até 50 km/h para reduzir os danos em caso de acidente. Segundo a Volvo, 75% das colisões no trânsito urbano ocorrem a velocidades inferiores a 30 km/h.

Conectada

A central multimídia da V60 abriga recursos como reprodutor de DVD, rádio e conexões Bluetooth e USB, mas poderia ter uma tela maior e sensível ao toque. Os controles são feitos por botões no volante ou no console central, que demanda certo tempo para que os ocupantes se acostumem com a profusão de teclas. A partir da versão intermediária Momentum, o equipamento vem mais completo, oferecendo GPS com informações do trânsito em tempo real, previsão do clima, além de aplicativos que permitem localizar pontos de interesse e ouvir rádios via streaming.

Presente nos modelos da Volvo há algum tempo, o sistema Volvo On Call monitora e controla algumas funções (partida do motor, ar-condicionado, travas das portas e ver os últimos 40 percursos) do carro por meio de um aplicativo de celular. O recurso é gratuito por dois anos (após esse prazo passa a custar R$ 1.249 por ano).

O Volvo On Call ainda aciona a central da marca automaticamente em caso de acidente. Um atendente entra em contato com os ocupantes e aciona o socorro, se necessário.

A Volvo chegou a revelar no lançamento das novas versões da perua que pretendia vender cerca de 200 unidades do modelo até o final de 2015, mas os números divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores mostram que somente 140 exemplares da V60 foram comercializados entre janeiro e a primeira quinzena de novembro.

Embora seja rara nas ruas brasileiras, como a maioria das peruas atuais, a V60 tem predicados para conquistar clientes de modelos das marcas alemãs, pois entrega visual atraente, bom nível de equipamentos e segurança, além de desempenho e dirigibilidade capazes de cativar os motoristas mais entusiastas – sem contar o comportamento dinâmico superior ao dos SUVs e minivans.

Fotos: Renan Rodrigues e Divulgação

Ficha técnica

Modelo
Volvo V60 T5 Kinetic
CarroceriaMonobloco, perua, 5 passageiros, 5 portas
MotorDianteiro, transversal, 2.0 litros, quatro cilindros, 16 válvulas, injeção direta, turbo, intercooler, a gasolina
Cilindrada (cm³)1.969
Potência245 cv a 5.500 rpm
Torque35,7 kgfm entre 1.500 e 4.800 rpm
Freios dianteirosDiscos ventilados
Freios traseirosDiscos sólidos
Suspensão dianteiraSuspensão tipo McPherson e dianteira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal
Suspensão traseiraSuspensão tipo multibraço e traseira com barra estabilizadora, roda tipo independente e molas helicoidal
RodasLiga leve de 18 polegadas
Pneus235/40 R18
DireçãoElétrica
Peso em ordem de marcha (kg)1.696
Comprimento (metros)4,63
Largura (m)1,86
Altura (m)1,48
Distância entre-eixos (m)2,77
Tanque (litros)68
Porta-malas (litros)430
TransmissãoAutomática de oito marchas
TraçãoDianteira