A Honda apresentou, nesta quarta-feira (18), a versão cupê da décima geração do Civic um dia antes da estréia mundial no Salão do Automóvel de Los Angeles (Estados Unidos). Visualmente, a dianteira do modelo se assemelha com a do sedã, enquanto a lateral e a traseira contam com linhas mais joviais.

Assim como sedã, o cupê também é equipado com os motores 2.0 16V i-VTEC (o mesmo do modelo vendido no Brasil), aprimorado para desenvolver 160 cv de potência, além do novo propulsor de 1.5 litro dotado de turbo e injeção direta de combustível, capaz de gerar 175 cv. As transmissões disponíveis são a manual de seis marchas ou automática do tipo CVT (continuamente variável).

Para garantir melhor acesso ao banco traseiro, o cupê é dotado de portas maiores. Internamente, o Civic deixa de contar com o painel dividido em dois andares e recebeu instrumentos com configuração mais convencional com velocímetro digital.

Entre os equipamentos de série há uma nova central multimídia com tela de sete polegadas e integração com os sistemas Apple Car Play e Android Auto. Todas as versões são equipadas com ar-condicionado automático e luzes diurnas de LED.

Totalmente renovado, o Civic 2016 é feito sobre uma plataforma que aumentou as suas dimensões, principalmente na distância entre-eixos. Segundo a Honda, a estrutura é 25% mais rígida que a do modelo anterior devido a utilização de aços de alta resistência.

Vale lembrar que o Honda Civic sedã já está confirmado para o Brasil com o motor 1.5 turbopara a as versões mais completas.

Fotos: Divulgação