O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) anunciou que a partir de 14 de dezembro será obrigatório realizar cinco horas em um simulador de direção veicular. A medida vale pata todos os candidatos que visam obter a Carteira Nacional de Habilitação na categoria B.

As aulas no simulador devem ser realizadas após a conclusão do curso teórico e antes da realização do exame teórico. Uma das cinco aulas deve reproduzir a experiência de condução no período noturno. Opcionalmente, o aluno pode realizar até oito horas de aula no equipamento, sendo descontadas do total de 25 horas de aula de aprendizagem prática. Já quem desejar trocar a categoria A (moto) pela categoria B (carro) poderá fazer até 7 das 20 horas/aula no simulador, sendo 3 no ambiente noturno.

No Estado de São Paulo, o simulador de direção veicular já é utilizado de forma opcional pelo candidato desde 3 de julho de 2014. Atualmente, existem mais de 1 mil simuladores cadastrados no Estado. A obrigatoriedade do simulador na aprendizagem dos futuros motoristas foi estabelecida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) por meio da resolução 543 e pode ser atendida até 31 de dezembro. Segundo o Detran-SP, houve acordo com as autoescolas para que não haja alterações nos valores praticados.