A Nissan confirmou nesta sexta-feira (30) a importação do esportivo GT-R ao Brasil em 2016. O anúncio foi feito em Oppama, no Japão. A Nissan garante que informações sobre o pacote de equipamentos e preços serão anunciadas em breve.

“Confirmamos que o nosso maior ícone e o mais rápido carro de produção em série do mundo, o Nissan GT-R, chegará oficialmente ao Brasil em 2016”, anunciou José Luis Valls, Chairman da Nissan América Latina.

Fabricado na unidade da Nissan de Tochigi (Japão), com produção limitada a mil unidades por mês, o GT-R é equipado com o V6 3.8 biturbo de 552 cv de potência. O propulsor é produzido artesanalmente na fábrica de Yokohama (Japão) e cada unidade recebe uma placa personalizada com o nome do engenheiro responsável por sua produção, conhecido como “Takumi” (mestre artesão, em japonês).

A plataforma Premium Midship – com carroceria monobloco – desenvolvida especialmente para o Nissan GT-R, permite o uso de eixo transversal independente na traseira para a tração integral, sistema batizado pela Nissan de Advanced Total Traction Engineering System for All-Terrain (ATTESA). Com isso, a transmissão, a caixa de transferência e a final ficam todas na traseira do veículo, dispensando o uso dos tradicionais eixos de torção. Isso permite à suspensão operar de forma independente e tornar ainda mais eficiente a aderência dos pneus. E o torque pode ser passado totalmente para traseira ou dividido 50% em cada eixo, dependendo dos dados da velocidade, aceleração lateral, deslizamento dos pneus, da superfície da estrada e da curva a ser feita