A Ford apresentou oito projetos de customização do novo Mustang, que serão apresentados no SEMA Show, em Las Vegas (Estados Unidos), em novembro. A maioria deles é equipada com uma versão preparada do motor de quatro cilindros EcoBoost de 2.3 litros, capaz de gerar mais de 900 cv de potência.

Desenvolvida pela Bisimoto, a preparação do motor dos conceitos entrega praticamente o triplo de potência da variante convencional graças a uma série de modificações, como turbo com válvula de alívio, novos bicos injetores, filtro de ar esportivo, bomba de combustível de alta pressão MagnaFuel, velas de irídio, sistema de escape revisto, entre outras mudanças. O chassi e a suspensão dos carros também foram alterados para suportar o ganho de potência e desempenho.

Já a versão equipada com o motor de 5.0 litro V8 com compressor mecânico gera 730 cv após ter passado nas mãos da equipe da preparadora Motoroso. O carro utiliza rodas de liga leve de 21 polegadas na cor vermelha e molas Eibach.

A TS Design e a MAD apresentas projetos baseados na versão conversível, com novos conjuntos de rodas, interiores revestidos em couro e suspensões preparadas.

A Ice 9 Group diz que o seu carro é o “mais extremo Mustang EcoBoost”, uma vez que o esportivo tem visual inspirado nos carros do Campeonato Alemão de Turismo (DTM), motor de 475 cv, gaiola de proteção, entre outras modificações.

O mais curioso dos projetos é o da DRAGG. Inspirado em carros da polícia norte-americana, o modelo traz as luzes dos carros de emergência no teto, retrovisores e na dianteira. O conceito pode até servir de inspiração para um futuro carro de patrulha rodoviária.

Fotos: Divulgação