Primeiro a Fiat apresentou o modelo como Aegea, depois batizou de Tipo para alguns mercados e deu a entender que o sedã dará origem a uma família composta por um hatch, que substituiria o Bravo no Brasil, e uma perua. Nenhuma dessas informações, entretanto, foram confirmadas.

A página do Instagram Trlux flagrou a versão hatch do modelo rodando totalmente camuflada em algum lugar da Turquia, onde o sedã será produzido. A variante dois-volumes só deve ser apresentada durante o Salão de Genebra, no começo do ano que vem. Segundo a Fiat, o novo carro terá quatro opções de motorização na Europa: 1.4 MultiAir de 95 cv e 1.6 E.torQ com 110 cv, ambos a gasolina, e Multijet II 1.3 de 95 cv e 1.6 com 120 cv, que utilizam diesel. A transmissão pode ser manual ou automática, mas sem mais detalhes técnicos por enquanto.

O site português Automonitor cravou a fabricação em Pernambuco, enquanto o modelo já serviu de inspiração para a criação de uma projeção. A Fiat ainda não deu informações dos modelos e nem confirma a chegada ao Brasil. Na galeria abaixo o sedã Tipo, que dará origem ao hatch:

Fotos: Trlux e Divulgação