O final da década de 1960 trouxe ao país os motores V8 da Dodge. A marca chegava por aqui com o Esplanada e depois trazia o Dart, oferecendo mais opções a quem buscava um carro luxuoso e veloz. A emblemática versão esportiva R/T marcaria presença a partir de 1971.

Algumas décadas depois, a Dodge voltou ao nosso mercado com a picape média Dakota, fabricada em Campo Largo, no Paraná. O ano de 2000 marcou o retorno do motor V8, com o bloco de 5.2 litros a gasolina – o mesmo utilizado no Jeep Grand Cherokee Limited da época – com uma nova configuração para atingir 232 cv. Esse propulsor foi o mais potente em um modelo produzido o começo da década passada no Brasil.

A Dakota R/T traz o melhor das picapes norte-americanas. Torque, força e, no caso desse exemplar, o ronco dos abafadores da Flowmaster. Fechamos com a máxima preferida dos apaixonados pela marca: Mopar or no car.

Garagem do Bellote TV: Dodge Dakota R/T

Renato Bellote é jornalista automotivo em São Paulo, redator da Revista Driver e editor-chefe da Garagem do Bellote TV. Sua paixão por carros começou no dia em que saiu da maternidade a bordo de um Dodge Charger R/T. (www.garagemdobellote.com.br)