A Ferrari revelou nesta terça-feira (13) a F12tdf, que homenageia o tradicional prova de resistência Tour de France (a corrida de carros, não a de bicicletas). A novidade terá produção limitada a 799 unidades e, por enquanto, não há preço definido.

Em relação a F12 Berlinetta convencional a F12tdf conta com 40 cavalos de potência a mais, resultando em 780 cv totais, entregues a 8.500 rpm. O responsável por gerar toda essa força é o motor 6.3 litros V12 aspirado, que trabalha em conjunto com o câmbio de dupla embreagem de seis velocidades, com relações de marchas 6% mais curtas, prometendo entregar 30% mais rapidez nas trocas e 40% mais agilidade nas reduções.

Devido aos aprimoramentos, a F12tdf é capaz de acelerar de 0-100 km/h em apenas 2,9 segundos e fazer de 0-200 km/h em 7,9 segundos. A velocidade máxima é de 340 km/h. Outro número interessante divulgado pela Ferrari é que a F12tdf completou uma volta na pista de testes em Fiorano em 1min21s, o que a torna mais rápida que a Berlinetta com a marca de 1min23s. Vale destacar que o recorde da pista é da LaFerrari que cravou 1min19s7.

A Ferrari também informou que, devido a utilização de fibra de carbono em algumas partes da carroceria, a F12tdf é 110 quilos mais leve que a Berlinetta tradicional. Outras mudanças ficam por conta de alterações estéticas como o novo difusor traseiro, novo aerofólio (seis centímetros mais longo e três centímetros mais alto), janela traseira mais inclinada e novas linhas na parte traseira. A fabricante italiana destacou ainda que todas essas mudanças resultaram em uma eficiência aerodinâmica (downforce) quase 100% superior em relação ao F12 Berlinetta. Além disso, a utilização de pinças de freios especiais garantem a frenagem de 100-0 km/h em 30,5 metros e de 200-0 km/h em 121 metros.