A Kia apresentou nesta quinta-feira (1) as novas gerações do SUV médio Sorento e da minivan Grand Carnival. Os modelos, que foram apresentados durante o Salão do Automóvel de São Paulo em 2014, chegam à terceira geração e mostram evolução em termos de design e equipamentos.

O Sorento ganhou novos itens de segurança, como sistemas de detecção de pontos cegos, abertura do porta-malas por aproximação e faróis dianteiros com facho adaptativo. Além disso, segundo a fabricante, o modelo passou por um aumento de rigidez torcional de 14% em comparação ao seu antecessor, graças ao uso de aço de alta resistência, que agora compõe 52,7% do carro. Com seis airbags e controle de estabilidade, o utilitário passa a contar com cinco estrelas nos testes de colisão do Euro NCAP.

O SUV chega ao País em versão única, equipado com o novo motor V6 de 3.3 litros com 270 cv de potência disponíveis a 6.400 giros e 32,4 kgfm de torque entregues a 5.300 rpm. O conjunto está conectado a um câmbio automático de seis marchas. O modelo conta sempre com a terceira fileira de assentos, que deixa o porta-malas com apenas 258 litros quando está sendo utilizada. Com apenas duas pessoas na frente e as demais fileiras de bancos rebatidas, o espaço para cargas salta para 2.052 l. Internamente os bancos são em couro bege ou preto, enquanto por fora estão disponíveis quatro cores.

Com preço sugerido de R$ 183.900 — são R$ 74 mil a mais caro que a antiga versão de entrada –, o Sorento se reposiciona no mercado e passa a enfrentar, segundo a própria Kia, modelos como Land Rover Discovery Sport, Ford Edge, Volvo XC60 e Hyundai Santa Fe. O ponto negativo fica com o consumo, classificado com a nota F pelo Inmetro.

Já a minivan Grand Carnival, que conta com o mesmo motor e câmbio do Sorento, chega para continuar brigando com a Chrysler Town & Country e tem preço sugerido de R$ 244.900. Entre os itens de segurança, o veículo oferece controle eletrônico de estabilidade e tração, freios a disco nas quatro rodas, controle de partida em rampa e sistema de auxílio à frenagem.

Com 5,11 metros de comprimento, 1,98 m de largura, 1,75 m de altura e 3,06 m de entre-eixos, a Grand Carnival acomoda oito pessoas tranquilamente, além de manter um espaço significativo para cargas (359 l). Com a terceira fileira rebatida, são 960 litros de porta-malas.

Sorento quer ser Premium

O Kia Sorento possui ótima sincronia entre câmbio e motor, com isso as trocas de marchas são precisas e suaves. O bloco dá conta do recado, garantindo boas acelerações e retomadas, mas sem grandes emoções. Apesar disso, quando é preciso uma aceleração mais forte para chegar aos 120 km/h, o câmbio força o motor a trabalhar em rotações mais altas, fazendo o ruído do bloco invadir um pouco a cabine.

Na estrada o SUV se destaca pela boa estabilidade. A suspensão (McPherson na dianteira e multilink atrás) garante conforto aos ocupantes. A direção hidráulica é precisa, a posição de dirigir agrada, enquanto que a disposição dos itens no painel, bem como a central multimídia ligeiramente voltado ao condutor, facilitam a vida do motorista e evitam distrações.

Os consumidores mais críticos, no entanto podem se queixar do acabamento, uma vez que, em algumas partes dos painéis (tanto o central como o das portas) são feitas de um plástico mais simples, não condizente com o padrão do veículo. É o tipo de característica negativa não encontrada nos rivais Volvo XC90 e Land Rover Discovery Sport, indicados como alvos da Kia. Ainda assim, a marca projeta chegar a 100 unidades vendidas por mês, mas relata que poderia chegar a 250 unidades mensais se não fosse a alta do dólar.

Carnival é espaço para o drama da classe média

Durante o lançamento da terceira geração da Carnival, o modelo foi apresentado como solução para as famílias grandes que necessitam de espaço para carregar as crianças e suas respectivas babás. Como conta com a mesma motorização do Sorento, o desempenho é satisfatório, ainda que não tenhamos realizado o test-drive com o carro lotado.

O acabamento interior é melhor que o do irmão SUV, mas ainda assim, em alguns pontos, não condiz com o seu alto valor. Como possui apenas apenas um concorrente no mercado, que conta com um lugar a menos para passageiro, a Carnival estreia com certa vantagem .