O Ford EcoSport está sendo exposto no Salão de Frankfurt para apresentar as atualizações as quais foi submetido cerca de um ano depois do seu lançamento na Europa. Ao contrário do que ocorre no Brasil, o jipinho ainda não conseguiu deslanchar nas vendas no Velho Continente.

Marca registrada do EcoSport e motivo de críticas por parte de clientes por ser pouco prático, o estepe pendurado na tampa traseira foi substituído por um kit de reparo. Caso o comprador queira a roda sobressalente em seu carro, terá de desembolsar 200 euros (o equivalente a R$ 870 em conversão direta) extras.

Custando a partir de 14.990 euros (cerca de R$ 65.230) na Alemanha, o SUV compacto recebeu melhorias no acabamento interno e na parte mecânica. A cabine passa a contar com um painel de instrumentos redesenhado, com regulagem da intensidade da iluminação e detalhes cromados. Segundo a Ford, o isolamento acústico também foi revisto para melhorar os níveis de ruídos no interior do veículo.

A assistência elétrica da direção e o controle eletrônico de estabilidade receberam melhorias, enquanto a suspensão foi rebaixada em 10 milímetros para deixar a dirigibilidade ao gosto do consumidor europeu.

No mercado europeu o EcoSport é equipado com o motor de três cilindros 1.0 turbo da família EcoBoost de 125 cv e 1.5 aspirado de 112 cv, ambos movidos a gasolina. Há ainda um propulsor de 1.5 litro a diesel de 95 cv. A transmissão padrão para todas as motorizações é a manual de cinco marchas, mas o bloco de 1.5 litro a gasolina pode ser associado ao câmbio automatizado PowerShift de seis velocidades e dupla embreagem.

Entre os equipamentos de série do modelo vendido na Europa estão o sistema de áudio com tela LCD, entradas USB e SD, porta-luvas refrigerado, sete airbags, controles de estabilidade e tração, ar-condicionado, volante multifuncional revestido em couro, monitoramento da pressão dos pneus, faróis de neblina, chave presencial e rodas de aço de 16 polegadas com calotas.

A versão topo de gama Titanium pode ser equipada com o pacote Winter, por 500 euros (R$ 2.175) a mais, que acrescenta para-brisa, espelhos externos e bancos dianteiros com aquecimento.

Fotos: Guilherme Silva e Divulgação