Uma das atrações da Volkswagen no Salão de Frankfurt, que acontece a partir da semana que vem, será o Golf GTI Clubsport. Apresentado como conceito, o modelo passa a ser uma edição especial que celebra os 40 anos da versão esportiva do hatch, mantendo a tradição iniciada há 20 anos.

De acordo com a Volkswagen, o Clubsport é o Golf GTI mais potente já produzido. O modelo mantém o motor de quatro cilindros de 2.0 litros turbo, porém, a potência foi elevada de 220 cv para 265 cv. O carro é equipado com um “booster” que aumenta a força para 290 cv durante 10 segundos. Para isso, basta o motorista pisar no acelerador até o final de seu curso.

Com a potência extra, o Golf GTI Clubsport acelera de 0 a 100 km/h em 5.9 segundos, quando equipado com o câmbio automatizado de seis marchas e dupla embreagem. Com a caixa manual, também de seis velocidades, o tempo é de exatos seis segundos. De acordo com a Volkswagen, o hatch atinge os 250 km/h de velocidade máxima.

Com a transmissão de dupla embreagem, o Golf GTI Clubsport médio combinado (cidade e estrada) de 14,9 km/l, com emissões de 155 gramas de dióxido de carbono a cada quilômetro rodado.

O visual do modelo é diferenciado por um kit aerodinâmico exclusivo, que inclui um novo para-choque dianteiro, saias laterais, difusor traseiro e rodas de 18 polegadas forjadas (há um conjunto de aro 19 como opcional). A faixa preta lateral é inspirada na do Golf GTI de 1976.

Por dentro, o hatch traz bancos esportivos parcialmente revestidos em Alcantara (camurça sintética), manopla da alavanca de câmbio com o formato de bola de golfe como nos antigos Volkswagen, entre outros detalhes exclusivos.

Fotos: Divulgação