O futuro sucessor do Bugatti Veyron, possivelmente batizado de Chiron, deverá ser apresentado oficialmente durante o tradicional Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça, em março de 2016. A informação é da revista Car, que ainda informa que o modelo deverá custar US$ 2,5 milhões, ou R$ 9 milhões no câmbio atual. Portanto, o modelo é quase R$ 1 milhão mais caro que seu antecessor.

Bem como o Veyron, o novo bólido terá produção limitada, acredita-se que em torno de 500 unidades. A fabricante acredita que será capaz de vender todas em menos de dez anos, o mesmo que aconteceu com as 450 unidades do antigo superesportivo.

Poucas informações foram reveladas até o momento, mas sabe-se que o Chiron será híbrido e contará com aproximadamente 1.500 cv provenientes de uma nova versão do W16 8.0 quadriturbo. A ideia é fazer o modelo chegar aos 100 km/h em apenas 2 segundos.