Ao dar a primeira partida do dia no seu veículo, ou ligá-lo após um longo período sem uso, você já deve ter percebido que há uma elevação da rotação (rpm) em marcha lenta, o que é visível no conta-giros. Quando o carro permanece sem uso por um longo período (geralmente entre 90 minutos a 120 minutos), é natural que ele tente se adequar às condições do ambiente, além de seus lubrificantes e fluidos escoarem para a parte mais baixa do sistema.

Para que você saiba a melhor forma de dar a partida, o Cesvi (Centro de Experimentação e Segurança Viária)dá algumas dicas. A primeira etapa é ligar a ignição, virando a chave no primeiro estágio, em que as luzes indicadoras do painel de instrumentos vão acender. Em seguida, basta esperar alguns segundos até as luzes se apagarem e só depois dar a partida no motor, virando a chave no segundo estágio.

Vale destacar que essa elevação momentânea da marcha lenta, ou visivelmente do rpm, tem relação com a mistura de ar e combustível, temperatura, pressão atmosférica, viscosidade do lubrificante, emissões de gases, entre outros aspectos. Portanto,o ideal é aguardar a normalização da marcha lenta (diminuição do rpm) antes de sair com o veículo.

Depois do período de adaptação do sistema de injeção eletrônica, o veículo deve ser conduzido de forma moderada até atingir sua condição normal de temperatura de operação.