Primeiro veículo abastecido com célula de combustível produzido em massa no mundo, o Toyota Mirai acaba de desembarcar na Europa. Apesar do lançamento oficial ser apenas em setembro, o sedã chegou a Bristol, no Reino Unido, e Zeebrugge, na Bélgica.

Por conta da estrutura para abastecimento com hidrogênio, o Mirai, ao menos por enquanto, será oferecido apenas na Alemanha, Dinamarca e Reino Unido, enquanto o restante do território europeu terá de esperar. Aliás, o Reino Unido já esgotou o seu primeiro lote.

Segundo Karl Schlicht, vice-presidente executivo da Toyota na Europa, “o Mirai marca a estréia de uma nova era para a mobilidade limpa, um ponto de mudança na história do automóvel. Com o Mirai e sua tecnologia de célula de combustível, a Toyota está trabalhando na entrega de mobilidade limpa, segura e agradável para os próximos 100 anos. Estamos ansiosos para o início das entregas do primeiros Mirai aos clientes e de ver o futuro tomando forma nas estradas europeias”.

O conjunto motriz do Toyota Mirai é movido pela energia elétrica gerada pelo hidrogênio de suas células de combustível. Portanto, o modelo não emite nenhum tipo de poluente na atmosfera. A fabricante acredita que entregará entre 50 e 100 unidades por ano na Europa, pelo preço estimado de 66 mil euros cada uma (ou R$ 255 mil em conversão simples).