A Ferrari anunciou que a lista de espera pela nova 488 GTB chega a quatro anos na Austrália. Em declarações ao site CarAdvice, o presidente da marca naquele país, Hebert Appleroth, disse que, assim que o modelo foi apresentado, mais de 100 encomendas foram feitas. Nas semanas seguintes os pedidos chegaram a 430.

Vale lembrar que o superesportivo é equipado com um bloco V8 de 3.9 litros com dois turbocompressores, tornando o conjunto capaz de produzir 670 cv de potência a 8.000 rpm e torque de 77,5 kgfm a 3.000 rpm. Com essas configurações, o bólido é capaz de chegar aos 100 km/h em apenas 3 segundos e atingir a velocidade máxima de 330 km/h.

O nome 488 GTB faz alusão ao 308 GTB, o primeiro da linhagem de esportivos com motor V8 central-traseiro e dois lugares da marca, mas as referências não param por aí. As entradas de ar também remetem ao antigo modelo. Por dentro foram poucas mudanças, como novas saídas de ar no painel, novo grafismo e sistema multimídia atualizado. Em setembro, durante o Salão de Frankfurt, na Alemanha, será lançada a versão conversível. A Ferrari 488 GTB custa 469.888 dólares australianos, ou R$ 1,2 milhão em conversão simples.