Trafegar em faixas exclusivas e corredores de ônibus se tornou infração gravíssima. A mudança foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff nesta sexta-feira (31) e já foi publicada no Diário Oficial da União. Antes, a medida era considerada leve se o delito fosse nas faixas exclusivas (à direita da via); e grave nos corredores (à esquerda).

Agora, o condutor que for flagrado dirigindo nos nos horários proibidos poderá ter o veículo apreendido, além de perder sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e pagar multa de R$ 574.

Na mesma edição do Diário Oficial outra mudança foi divulgada. A medida atinge taxistas e motoristas que exercem ativivade remunerada, que não podem mais cobrar o cliente com o carro em movimento, ou seja, para fazer a cobrança é necessário estacionar o veículo. A medida é inédita no Código de Trânsito Brasileiro. A infração, a parir de agora, é considerada média, passível de multa . Por fim, os motoristas das categorias C, D ou E, vão ter que fazer obrigatoriamente cursos de reciclagem se ultrapassarem os 14 pontos na carteira no período de um ano.