Um dia depois de divulgar imagens e detalhes da versão europeia do Fit, a Honda revelou os preços do modelo para o Reino Unido. Os valores partem de 13.495 libras (cerca de R$ 67.700) na versão de entrada S, passando a 14.595 libras (R$ 73.210) na configuração intermediária SE e chegam a 15.715 libras (R$ 78.800) no caso da variante topo de gama EX. Equipadas com o câmbio CVT, os preços aumentam 1.100 libras (R$ 5.500) – com essa transmissão e GPS, o Fit EX chega a 17.425 libras (R$ 87.400).

Todas as versões do Fit vendido na Europa são equipadas com o motor de 1.3 litro i-VTEC a gasolina, que desenvolve 102 cv de potência a 6.000 rpm e 12,5 kgfm de torque a 5.000 rpm. A transmissão padrão é a manual de seis marchas, enquanto a CVT possui borboletas para a simulação de sete velocidades.

Segundo a Honda, o Fit acelera de 0 a 100 km/h em 11,2 segundos na versão manual e em 12 segundos com o câmbio CVT. As velocidades máximas são de 190 km/h e 183 km/h, respectivamente. O consumo médio divulgado pela marca é de 21,7 km/h (CVT).

Em comparação com o modelo brasileiro, o europeu conta com luzes diurnas de LED e antena do tipo barbatana de tubarão como principais diferenciais estéticos. Além disso, o monovolume é equipado com sistema start/stop (desliga e religa o motor automaticamente em paradas breves) e suspensão recalibrada para favorecer a dirigibilidade.

De série, a versão S traz central multimídia com tela de cinco polegadas, ar-condicionado, entre outros. Já o Fit SE acrescenta sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de sete polegadas com controles no volante, Bluetooth e capaz de ser sincronizado com smartphones dotados de Android. Já a configuração topo EX adiciona chave presencial, ar-condicionado automático e bancos dianteiros com aquecimento.

No Brasil, os preços do Fit variam entre R$ 51.600 (DX manual) e R$ 68.900 (EXL CVT).